Geografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (400 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O novo retrato da violência no estado de São Paulo é um recorte da realidade nacional, avaliam especialistas consultados pelo GLOBO. Segundo eles, a violência deixou de ser metropolitana para setornar urbana. A causa principal dessa interiorização é a gestão pública, principalmente dos estados, que não integram suas polícias Civil e Militar. Além disso, as metrópoles receberam mais investimentospúblicos e da própria sociedade civil, que se organizou primeiro contra a violência, avaliam.
Para o consultor José Vicente da Silva Filho, ex-secretário nacional de Segurança Pública eex-coordenador de planejamento das polícias do governo paulista, o modo de operação das polícias brasileiras é limitado pela falta de interação entre as forças estaduais.
Ele frisa que, em geral, 20% doscriminosos são responsáveis por 80% dos crimes nas cidades, e 10% das regiões concentram 90% da incidência dos crimes.
— A regra básica é: houve aumento de algum tipo de crime, ele é identificado, repassadopara a PM policiar a região e para a Civil ir atrás dos grupos de ação criminosa.
Mas isso não acontece. Os governadores não cobram relatórios nem quinzenalmente, não há uma cultura do desempenho —diz.
Segundo Vicente, o governo de Pernambuco conseguiu melhorar a interação das polícias e reduzir a criminalidade: — Em Pernambuco está sendo implementada uma cultura. O governador (Eduardo Campos)faz reuniões regulares e pede resultado, por regiões. Já na Bahia, houve uma crise grande entre as polícias em 2002 e, até hoje, os policiais continuam desmotivados e separados, enquanto a violênciasó aumenta.
São Paulo tem todo o instrumental e já teve mais integração e gestão, mas a situação tem piorado.
O diretor-executivo do Instituto Sou da Paz, Denis Mizne, avalia que há três elementosimportantes: falta de gestão policial, urbanização desordenada no interior e ausência do estado nas periferias. Ele frisa que no Brasil as cidades médias que passaram por urbanizações desenfreadas...
tracking img