Geografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (482 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Gráfico 1:

O gráfico acima (gráfico 1) tem por objetivo representar o levantamento feito na estação metereológica do Iapar (Instituto Agronômico paranaense), que disponibilizou dados coletadosdesde 1979 a 2010 com relação à pluviosidade media mensal de Londrina.
Londrina esta localizada na latitude de 23° 22’S e longitude de 51° 10’W, com altitude de 585m na região norte do Paraná, estasobre uma área de grande influencia de massas de ar (Mpa, Mtc, Mta e Mec), portanto apresenta um clima um pouco conturbado, segundo a classificação de Köppen, é do tipo Cfa, ou seja, clima subtropicalúmido, com chuvas em todas as estações, podendo ocorrer secas no período de inverno.
Analisando o gráfico 1 pode-se observar que nos meses de dezembro, Janeiro e fevereiro (meses de verão), as médiaspluviométricas se destacaram em relação aos outros meses do ano, ficando entre 193,5 mm e 220,7 mm, devido ao aumento das temperaturas nesta estação do ano, forma-se uma zona de baixa pressão(ciclonal), que por sua vez força o movimento ascendente do ar, no processo de ascensão do ar atmosférico se da à formação de nuvens que somada à umidade, gera precipitação. Março, abril e maio (meses deoutono) observam- se uma diminuição significativa na média pluviométrica, agora entre 112,1 mm e 138,3 mm, decorrente da diminuição das temperaturas. Junho, julho e agosto, sob a estação do inverno, aregião começa a sofrer forte influência de massas polares, o ar atmosférico, mas frio gera uma zona de alta pressão (anticiclonal), onde o ar se comporta de forma decrescente, dificultando a formação denuvens, assim as chuvas ficam entre 50,2 mm e 86,6 mm, sendo que o mês mais chuvoso é junho, pois as massas polares neste mês ainda atuam com menor intensidade. Setembro, outubro e novembro (primavera)as médias pluviométricas voltaram a subir, ficando entre 119,5 mm e 163,6 mm, é quando voltamos a ter um aumento das temperaturas da região.

Gráfico 2:

No gráfico 2 observamos dados também...
tracking img