Geografia humana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1649 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário
Metodologia4
Objetivo5
Introdução6
Percurso Graciliano Ramos a UFAL7
1.1 A Educação e a Universidade 8
Conclusão10




Metodologia

A partir da observação das paisagens formadas no percurso entre conjunto habitacional Graciliano Ramos e a Universidade Federal de Alagoas. Buscando compreender, pelo que é nos mostrado por aquelas paisagens, mediados pela GeografiaHumanística, interpretar essa paisagens relacionando-as num contexto social e econômico. Definimos alguns objetos principais para o estudo das paisagens, que são: o comercio, as igrejas, a população e a Universidade Federal de Alagoas. Nesse percurso procuramos compreender as relações intrínsecas a esses objetos.















Objetivo
Apoiando-nos nos objetos, jádefinidos, procuramos compreender as interligações que formam o espaço geográfico dessa localidade. As paisagens que vão se formando no trajeto entre o conjunto habitacional Graciliano Ramos e a Universidade Federal de Alagoas, mostra-nos diferentes realidades que convivem no mesmo espaço e se apresentando de diversas formas. E só se é possível compreender essas paisagens se relacionarmo-las com aformação historia, dessa localidade, mediante uma visão: política, econômica, social e cultural. Por ser uma área onde a pobreza, a violência e as drogas dominam — o medo, a insegurança, o subemprego, a exploração de menores, a prostituição, em fim, variados problemas sociais, que direta ou indiretamente, fazem parte do espaço geográfico – torna as paisagens apresentadas mais complexasIntrodução
No trajeto escolhido em nosso trabalho, nos baseando na observação da paisagem, relacionamos a visão humanística para compreender as inter-relações existentes entre a sociedade, a religião, o comercio, a população local e a Universidade Federal de Alagoas (UFAL), pois fazem parte da paisagem local, configurando o espaço local.
A religião católica e aevangélica dominam a maioria dessa população, porque prometem a seus fiéis, uma vida de riqueza num lugar lindo e tranquilo (o céu), já que a maioria da mesma sofre diversos problemas sociais. O comercio também faz parte desse espaço, pois faz parte da vida da população local, servi emprego e renda a mesma.
Nessa região, “abandonada” pelo poder publico, encontramos a Universidade Federal de Alagoas, queao invés de garantir formação superior à população local, garantindo um futuro melhor a esta população carente, são impostas barreiras para que essa gente não tenha acesso a ela, pois, só consegue entrar na universidade quem conseguir passar num teste de conhecimento, através de uma prova. Apenas as pessoas que tiveram uma boa formação na escola de ensino médio, principalmente particulares,conseguem uma vaga na universidade pública e, conseguintemente, essa população local, assolada por diversos problemas sociais, é claro, que a maioria, da mesma, não irá conseguir, nem mesmo concluir o ensino fundamental ou médio. Onde o filho do rico toma o lugar do filho de pobre na universidade pública, pois o pobre não tem condições de pagar uma boa escola de nível fundamental e/ou médio para seu/sfilho/s. Gera-se, então, um grave contraste entre essas duas realidades: sociedade local e a universidade.

Percurso Graciliano Ramos a UFAL
No conjunto habitacional Graciliano Ramos, na via principal, na via de ônibus, observa-se, nas paisagens, uma grande quantidade de lanchonetes, pizzarias, pastelarias, ou seja, um comércio do ramo alimentício. Esse tipo de comercio tão ativo durante anoite nos faz induzir que esse conjunto habitacional seja um conjunto dormitório, ou seja, as pessoas saem para trabalhar durante o dia e a noite voltam para repousar. Sem tempo para cozinhar essa população, em parte, procura os “fast foods”. Nos muros das casas, nessa principal, podemos observar, também, varias casa com cerca elétrica, possivelmente para evitar roubos, que pela grande quantidade...
tracking img