Geografia de mato grosso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1189 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MORENO, G., HIGA, T.C.S., (org) MAITELLI, G.T., (colaboradora)Geografia de Mato Grosso, Editora Entrelinhas, 2009, Cuiabá, MT |
ARAUJO NETO, M.D., LEITE, C.M.C., Desenvolvimento Socioeconômico no contexto da região Centro Oeste |
Estudaremos o desenvolvimento de Mato Grosso com o foco voltado para os Programas de Desenvolvimento Regional implementados a partir de 1970. O processo deregionalização efetiva-se a partir do século XVIII com a mineração e as fortificações,bem como a criação das primeiras cidades. A estrutura espacial é resultante de um processo temporal, onde o território é continuamente estruturado e reestruturado. A mineração de ouro foi o fator inicial de apropriação da terra e construção de espaço regional, responsável pelo assentamento dos primeiros não indígenas naregião.A intervenção estatal imprime na região Centro ‘Oeste profundas transformações estruturais: * Implantação de programas de desenvolvimento (década de 1970); * Divisão territorial do Estado de Mato Grosso (1977); * Divisão territorial de Goias, com a criação do Estado de Tocantins (1981).Como resultado dessas transformações, evidencia-se na região Centro Oeste: * Espaços estruturadospela iniciativa privada sem a intervenção direta de políticas governamentaisForam descontinuo, nucleado e desarticulado: Século XVIII – Mineração e fortificações; Século XIX, até o final da Guerra do Paraguai, em 1870 – Pecuária extensiva; Após 1870 – Internacionalização da navegação do Rio Paraguai e diversificação da produção econômica; Décadas de 1940, 1950 e 1960 – Processo inicial deintegração econômica regional e modernização de algumas áreas produtivas.As medidas que ocorreram nas primeiras décadas do século XX que contribuíram para a estruturação do espaço regional, destacam-se: instalação de empresas do eixo São Paulo-Santos no interior de Mato Grosso; melhoria do rebanho pantaneiro; projetos de colonização; e estimulo a imigração. Nesta primeira metade do século XX a região CentroOeste apresenta um processo próprio de estruturação territorial, desvinculado do governo federal, sendo que muitas atividades econômicas foram apoiadas com o capital externo. * Espaços reestruturados por políticas governamentais a partir da década de 1970Período que marca um processo de desenvolvimento do país. O campo industrial estava concentrado na região sudeste, houve então um planogovernamental para o desenvolvimento das outras regiões do país, com o argumento de necessidade de integração nacional, embasado pela doutrina de segurança nacional, era necessário desenvolver as regiões que estavam “desconectadas” do centro hegemônico de poder econômico (Rio - São Paulo).Uma forma camuflada (estratégia) de estabelecer a agropecuária em moldes empresariais, através dos “PlanosNacionais de Desenvolvimento PNDs”, intensificam a reestruturação dos espaços na Região Centro Oeste (marcha para o Oeste), viabilizando as seguintes ações: * Destinou recursos do setor publico para viabilizar a implantação de infra-estrutura de transporte, energia e armazéns; * Expandiu o processo de ocupação, anexando novas áreas ao processo produtivo através de incentivos fiscais e financeiros – oque atraiu grandes empresas; * Disponibilizou política creditícia aqueles considerados aptos a inserir a região no cenário econômico nacional.Após 1960 Centro Oeste apresenta dois tipos de estrutura espacial consolidada: área de povoamento ocupada pela pecuária modernizada, geralmente pelo sulista, que foi beneficiado pelos créditos governamental e possui um capital de giro, tendo condições decompetitividade no mercado capitalista, e neste contexto esta os produtores descapitalizados e pequenos produtores, que não conseguem usufruir da política de credito, acabam vendendo suas terras ou posses aos grandes latifundiários.O segundo tipo é o de economia tradicional de pecuária extensiva, extrativismo vegetal, garimpagem de ouro e diamantes, geralmente áreas pouco povoadas e distantes...
tracking img