Genoma

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2610 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ÍNDICE
1. INTRODUÇÃO
2. HISTÓRICO DA GENÉTICA E A CORRIDA PELO GENOMA HUMANO
3. AS PROMESSAS DA DESCOBERTA DO GENOMA HUMANO
4. SEQUENCIAMENTO DO DNA HUMANO
5. GENÉTICA E AMBIENTE
6. CONTROLE DA MANIPULAÇÃO GENÉTICA
7. TESTES GENÉTICOS E ABORTO
8. PATENTE DE GENES HUMANOS
9. PROJETO GENOMA BRASILEIRO
10. BIBLIOGRAFIA

1. INTRODUÇÃO
O genoma humano é o conjunto de todonosso material genético contido nos cromossomos, presente em todas as nossas células. Ele é composto por uma matéria química chamada DNA. O DNA é uma substância composta de unidades químicas repetidas, os nucleotídeos, que se repetem por 3 bilhões de vezes no genoma humano. As unidades são de quatro tipos: A, C, G e T. É a ordem dessas unidades que confere seu poder de informação. Em partes dogenoma - em menos de 3% dele - o DNA codifica uma proteína. Essas regiões codificadoras de proteínas se chamam genes. Os outros 97% do genoma é considerado lixo genético ou "junkDNA" - todo DNA que não codifica uma proteína (gene) e do qual não se sabe a função. O termo foi criado para determinar a porção do DNA que aparentemente é inútil.

Existem quatro hipóteses que tentam explicar o porquê daexistência do "junkDNA":

· A primeira é a hipótese neutralista - propõe como explicação apenas a sua ligação física com os genes. Esse excesso de DNA seria resultado do processo evolutivo e, por não afetar de maneira negativa o organismo, seria transmitido de geração para geração.

· A segunda é a da seleção intragenômica - considera o junkDNA como um parasita. Como todos osparasitas, teria a capacidade de causar danos ao hospedeiro, podendo interromper a função de algum gene importante ao se inserir no meio dele.

· A terceira hipótese é a estrutural - esse DNA atuaria como um esqueleto no núcleo da célula. Assim, células maiores exigiriam núcleos maiores; a maior quantidade de DNA ajudaria a aumentar o volume do núcleo.

· A quarta hipótese é aregulatória - o junkDNA seria responsável por funções essenciais, como a regulação da atividade dos genes. De acordo com essa idéia , não existe junkDNA, sendo ele todo funcional.

Estima-se que o genoma humano contenha de 50 mil a 100 mil proteínas diferentes, as quais formam as nossa estruturas corporais e controlam as nossas atividades biológicas, da digestão à faculdade de pensar. São pequenasalterações nessas proteínas que resultam na variabilidade humana. Através de dois projetos de pesquisa, um no setor público e o outro no privado, a ordem de cerca de 98% das unidades A, C, G e T no genoma humano já é conhecida. Agora é necessário identificar os genes dentro do genoma e depois definir as funções das proteínas. O sequenciamento estará completo este ano, mas a identificação dos genesprecisará de mais cinco anos. Já a definição de suas funções provavelmente estará em progresso nos próximos cem anos.

2. HISTÓRICO DA GENÉTICA E A CORRIDA PELO GENOMA HUMANO

O século 21 ficara conhecido sem duvida como o século da biotecnologia e da genética. O mais importante fator a impulsionar essa era biotecnológica são os projetos genomas do homem , de bactérias, plantas, animaisetc. Imaginada nos anos 50, quando os cientistas americanos tentavam entender os efeitos da radioatividade entre as vítimas da bomba atômica, essa idéia só se tornou viável depois que a ciência aprendeu as técnicas da pesquisa genética.

1866 - Gregor Mendel estabelece as leis da hereditariedade.

1910 - Tomas Morgan demonstra que os cromossomos contêm os genes, unidade básica da herançagenética.

1953 - James Watson e Francis Crick descobrem a estrutura do DNA.

1960 - Detectado o RNA mensageiro, que transfere a informação para a proteína.

1970 - Descoberta a enzima de restrição, que corta o DNA. Sintetizado quimicamente o primeiro gene.

1972 - Paul Berg produz a primeira molécula de DNA recombinante, o grande passo para experimentos entre organismos diferentes.

1978 -...
tracking img