Genetica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1057 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Explique o experimento de Griffith,o que é transformação?

R: As novas experiências de Griffith com Diplococcus pneumoniae foram muito importantes por terem fornecidos a base experimental para o estudo aprofundado da participação das diversas macromoléculas na transmissão da informação genética. O D. pneumoniae é letal para camundongos e cresce em meio de cultura solido formando colôniasrugosas e não é letal para o camundongo. O autor observou que a linhagem selvagem(virulenta), uma vez aquecida por certo tempo, morria, e a inoculação desde material ao camundongo não produzia qualquer sinal de infecção. Se, entretanto, as bactérias mortas pelo calor eram inoculadas no camundongo junto com as bactérias mutantes vivas,muitos dos animais inoculados morriam. As bactérias isoladas dascarcaças dos camundongos formavam agora colônias lisas! Batizado com o nome de transformação, o fenômeno podia ser facilmente explicado admitindo que um principio transformante liberado pelas bactérias mortas levava a marca de virulência para as bactérias não patogênicas vivas, transformando-as. Da mesma forma, estratos obtidos das bactérias recém transformadas eram capazes de transformar outra vezmutantes não patogênicos.

2. Explique o experimento de Avery, MacLeod e McCarty.

R: Os autores concluíram ser o DNA o principio genético ativo através de experimentos semelhantes ao de Griffitch, mas empregando placas de Petri para avaliar a transformação( pelo formato de colônias) e purificando previamente o “principio transformante” por um procedimento que resultava numa preparaçãomuito pura de DNA. Havia na preparação uma pequena porcentagem de aminoácidos, o que serviu para alimentar um grupo de críticos ao experimento, que argumentavam ser a pequena fração residual de proteína a responsável pela transformação e o verdadeiro mensageiro genética, e não o DNA. Poucos anos depois do experimento ser publicado ficou demonstrado que a pequena fração de aminoácidos presente eraresultante da degradação parcial da adenina, que resulta em glicina. As bactérias avirulentas podiam ser transformadas( isto é,podiam produzir colônias com o formato característico das formas virulentas) a partir de uma quantidade muito pequena de DNA. Se o principio transformante fosse tratado como RNAse ou proteases, ele continuava ativo,mas era totalmente inativo com diminutas concentrações deDNAse. Verificando a transformação das bactérias avirulentas em virulentas pelo DNA os autores lançaram mão da propriedade que têm estas bactérias de formar colônias com aspecto liso,se foram virulentas, ou rugoso se forem avirulentas. A diferença de aspecto é devida ao fato de que as bactérias virulentas tem uma capsula que as avirulentas não possuem. Quando bactérias avirulentas eram apresentadasnum tubo de ensaio, ao extrato das bactérias virulentas por um tempo, algumas delas se transformavam.

3. Explique a forma de DNA Z.

R: A forma Z é uma dupla hélice levógira, o qual a diferencia das formas A e B, e é também mais estreita. É silencioso isto é não podendo ser transcrito .

4. Porque a duplicação do DNA é dita semi-conservativa, explique o experimento que provou isso.R: A forquilha de replicação vai se abrindo á medida em que, na frente, as duas fitas antigas se desenovelam, enquanto que, mais embaixo, duas novas fitas vão sendo sintetizadas e por sua vez enovelam nas fitas antigas; formam-se ccom isto duas novas cadeias duplas de DNA,cada uma contendo uma fita nova e uma fita velha. A replicação é dita,por isso, semi conservativa.

5. O que é primer,qual sua função?

R: O primer é feito de RNA e é adicionado pela enzima primase, que trabalha junto com a DNA plimerase e com diversas outras enzimas no processo de replicação do DNA.

6. Como e porque são formados os fragmentos de Okazaki?

R: As DNA polimerases sintetizam somente no sentido 5'-3'. Por isso uma significativa proporção de DNA recém sintetizado existe como pequenos...
tracking img