General gomes freire

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1612 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Temas:
- A fuga da família real para o Brasil

- Gomes Freire de Andrade

1

Índice

Fuga da família real portuguesa ao Brasil
A revolução francesa…………………………………………….3
Viagem ao Brasil…………………………………………………5
Chegada ao Brasil………………………………………………...6
Medidas tomadas por D.João…………………………………...7
Regresso do rei D.João………………………………………….8
Gomes Freire de Andrade…………………………………….9Bibliografia……………. ………………………………12

2

Fuga da família real portuguesa para o Brasil
A revolução francesa
Em

1789,

em

França,

uma

revolução

pôs

fim

ao

absolutismo: a Revolução Francesa.
Os revolucionários defendiam ideias como a igualdade de
todos

os

cidadãos

perante

a

lei,

a

liberdade

e

a

fraternidade. Defendiam ainda a separação de poderesque
na monarquia absoluta estavam concentrados no rei.
Sentindo-se ameaçados pelos revolucionários franceses,
os reis absolutos da Europa declararam guerra a França.
Foram derrotados pelas tropas do general francês Napoleão
Bonaparte.
Só a Inglaterra continuava a resistir. Napoleão decretou
que todos os países europeus deviam fechar os seus portos
ao comércio inglês, mas, Portugal demorou acumprir a
ordem de Napoleão, porque era aliada da Inglaterra e
porque a sua economia dependia basicamente desse país.
Pois

os

ingleses

eram

os

produtos

manufacturados

também

os

maiores

maiores

consumidos

compradores

fornecedores
em
das

dos

Portugal

e

mercadorias

portuguesas e brasileiras.

3

A Inglaterra, por sua vez, também nãoqueria perder seu
velho aliado principalmente porque o Brasil representava
um excelente mercado consumidor dos seus produtos.
Em Janeiro de 1808, Portugal estava preste a ser
invadido pelas tropas francesas comandadas por Napoleão
Bonaparte. Sem condições militares para enfrentar os
franceses o príncipe regente de Portugal, D. João, resolveu
transferir a corte portuguesa para sua maisimportante
colónia, o Brasil. Contou com a ajuda dos aliados ingleses.
Foi acompanhado por toda a família real e parte da corte,
ficando o governo do Reino entregue a uma regência.

4

Viagem ao Brasil

Na madrugada do dia 27 de Novembro de 1807 os
membros da Família Real acompanhados dos funcionários
dos criados, dos assessores e de outras pessoas ligadas a
corte saíram de Lisboa repartidosem catorze navios. No dia
29 de Novembro um vento favorável permitiu que a frota
partisse rumo ao Brasil, o almirante Sidney Smith e Lorde
Strangford foram a bordo do navio Príncipe Real e
ofereceram hospedagem ao Príncipe Regente na capitania
do

navio

da

escolta

inglesa,

Dom

João

recusou.

No dia 30 de Novembro o General Junot entra em Lisboa
liderando um exército de26 mil homens, tendo a frente um
destacamento de cavalaria portuguesa que se rendeu e se
puseram
Enquanto

às
isso

as

frotas

suas
portuguesas

ordens.
e

inglesa,

são

surpreendidas por uma forte tempestade que dispersa os
navios.
Em 5 de Dezembro de 1807 os navios se reagruparam. No
dia 18 de Janeiro de 1808 chegam à costa da Bahia. No dia
22 de Janeiro de 1808finalmente todos os navios da frota
estavam ancorados.

5

Chegada ao Brasil
No dia 24 a comitiva real desembarcou na Bahia, com
imensa ostentação e cerimónia
Em 7 de Março de 1808 chegam ao Rio de Janeiro. Dom
João desceu do navio Príncipe Real e passou para um
bergantim (uma embarcação de pequeno porte) e assim
pode abordar ao cais. Ao mesmo tempo Dona Carlota e os
filhos desceram donavio Afonso d´Albuquerque.
A família real portuguesa desembarcou no antigo cais do
Largo do Paço na actual Praça XV no Rio de Janeiro, o cais
ficava onde hoje existe a construção em forma de pirâmide
(Chafariz da Pirâmide). A frota ancorou na Ilha das Cobras.
A chegada ao Rio foi um alívio, apesar do calor do verão
nos trópicos e dos odores fétidos da capital da colónia. A
família real foi...
tracking img