Ged - gerenciamento eletrônico da documentação

GED APLICADO NA CONTABILIDADE


Ubirajara da Silva Santos
Matr.: 08201937
Edson da Rocha Mendes.
Professor – Orientador
Curso: Ciências Contábeis

RESUMO
Este artigo tem como objetivo, demonstrar a importância do papel do GED (Gerenciamento de Dados) na Contabilidade, uma vez serem esses profissionais os responsáveis pela gestão contábil de qualquer empreendimento, apurandoresultados, calculando impostos, sugerindo métodos operacionais, entre outras tarefas. Entretanto, mais do que números e burocracias, os contadores modernos falam de ética, flexibilidade e visão de futuro. A Ética Profissional, portanto, exerce fator preponderante na valorização das atividades exercidas por esse profissional, uma vez que a conduta correta no desenvolvimento dos seus afazeres, promove,não apenas uma valorização do seu caráter, mas dá maior credibilidade e confiabilidade junto aos seus clientes empresários e à sociedade de um modo geral. Muitos micro e pequenos empresários vêm procurando alternativas para a estabilidade de suas empresas no mercado, é aí que se centra a presente pesquisa no afã de apresentar o papel do contador ante esse novo cenário, o qual deve fornecer aoempresário, informações que o ajudem na tomada de decisões e no planejamento do seu empreendimento, promovendo maior controle de custos, fluxos de caixa e inúmeras outras contribuições a fim de melhorar a performance da sua empresa.

Palavras-chave: micro e pequena empresa, contador, ética profissional, contabilidade, tomada de decisões e planejamento.

INTRODUÇÃO
Na criação deste artigo, foramrealizadas pesquisas de ordem exploratória junto a diversos livros, artigos e sites, buscando-se observar, o quanto o profissional de contabilidade é importante no apoio a gestão de uma empresa. Atuando desde o planejamento contábil, no registro, na análise e no suporte à sua gestão administrativa, bem como, na orientação ao empresário quanto às questões contábeis, fiscais e trabalhistas; por estarmosnos referindo às micro e pequenas empresas, o profissional mais próximo do empresário é o contador, que em razão da grande concorrência de mercado, representam um importante agente de apoio no processo de dinamização de conhecimentos acerca da utilização das técnicas que envolvem assuntos profissionais, indispensáveis a boa gestão do negócio, zelando pela continuidade do empreendimento a partirdo cumprimento dos princípios contábeis, particularmente o principio da continuidade e da entidade, através do qual deve o empresário reconhecer a necessidade de que seja separado a gestão do patrimônio da pessoa jurídica, do seu próprio.

CONCEITO DA CONTABILIDADE
A Contabilidade faz parte das relações humanas desde tempos imemoriais. O Prof. Dr. Antonio Lopes de Sá, já citava em seu livro(1997), que ha pelo menos 20.000 anos atrás no período Paleolítico Superior – homens das cavernas, já se utilizavam técnicas contábeis para controle dos seus bens, o Inventário. Onde desenhavam nas paredes das cavernas a representação qualitativa e quantitativa do seu patrimônio, através de desenhos e traços. No transcorrer das eras, os bens patrimoniais começam a ser trocados (escambo), e a seguirinicia-se a intervenção das mercadorias-moedas, onde observa-se o emprego de pedrinhas, restos de ossos, animais, e outros, para intervenção na relação de troca de bens pelos homens primitivos, pois estes precisavam contar e controlar o que possuíam como bens.
Com o passar dos anos essa contabilidade tornou-se de extrema importância para as empresas e seus representantes. Muitos são os conceitos decontabilidade, vejamos alguns:

Segundo Ibracon (1997). “A contabilidade é, objetivamente, um sistema de informação e avaliação destinado a prover seus usuários de demonstrações e análises de natureza econômica, financeira, física e de produtividade, com relação à entidade objeto de contabilização.”

Segundo o que estabelece a NBC-T-1 aprovada pela Resolução CFC nº 785, de 28 de julho de...
tracking img