Gbfbgf

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2485 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Nome do(a) aluno(a): _________________________________________ Turma: 131
Professor: Mônica Marcelle S. Spada Data: ____/____/_____

ATIVIDADE DE LITERATURA
REVISÃO MODERNISMO BRASILEIRO - PARTE II

1. (UFRS) Em A Bagaceira, de José Américo de Almeida, notam-se uma atitude reivindicatória, em face do meio hostil e decadente que descreve, e aadequação da linguagem ao assunto de que trata. Essas serão, posteriormente, características marcantes:
a) do romance regionalista da década de 30.
b) do romance psicológico, desenvolvido por Lygia Fagundes Telles e Cyro dos Anjos.
c) da prosa coloquial e regional dos contos de Antônio de Alcântara Machado.
d) do moderno teatro brasileiro, realizado por Oswald de Andrade e Nélson Rodrigues.
e) dapoesia concreta, que busca descobrir a linguagem literária mais adequada à descrição da realidade brasileira.

2. (FEMP-PA) Foi com ......... de .......... que se inicia o .......... da ficção modernista, abrindo assim uma nova fase da nossa história literária.
a) Fogo morto; José Lins do Rego; 2o momento.
b) A bagaceira; José Américo de Almeida; 2o momento.
c) O rei da vela; Oswald deAndrade; 1o momento.
d) Corpo de baile; Guimarães Rosa; 3o momento.
e) Gabriela, cravo e canela; Jorge amado; 3o momento.

3. (UFGO) O Modernismo tem ao menos duas fases bem distintas: a primeira que vai de 1922 a 1930; a outra, posterior a 1930. A primeira foi chamada a “fase heróica” e se caracterizou por uma revolta e por um experimentalismo na ficção e na poética. No entanto, a herança quedeixou — segundo Mário de Andrade — foi a seguinte:
a) hermetismo total da poesia, mudança radical na estrutura sintática, nova orientação no traçado gráfico do texto.
b) respeito aos estratos da linguagem literária, aos caracteres materiais da pontuação e à estrutura sintática do discurso.
c) o direito permanente à pesquisa estética, a atualização da inteligência artística brasileira e aestabilização de uma consciência criadora nacional.
d) o bom senso como critério estético, a imitação da natureza segundo
a visão naturalista, o ufanismo nacionalista, enquanto literatura compromissada.

4. (F. C. CHAGAS-SP) Relacionando o período literário que se inicia em 1928 ao período imediatamente anterior, podemos dizer que:
a) a década de 30 é continuação natural do movimento de 22,acrescentando-
lhe o tom anárquico e a atitude aventureira.
b) o segundo momento do Modernismo abandonou a atitude destruidora, buscando uma recomposição de valores e a configuração de nova ordem estética.
c) a década de 20 representa uma desagregação das ideias e dos temas tradicionais; a de 30 destrói as formas ortodoxas de expressão.
d) as propostas literárias da década de 20 só se veriam postas emprática no decênio seguinte.
e) o segundo momento do Modernismo assumiu como armas de combate o deboche, a piada, o escândalo e a agitação.

5. (PUC – RS)
Então desanimamos. Adeus, tudo!
A mala pronta, o corpo desprendido,
resta a alegria de estar só e mudo.

Os versos anteriores demonstram um dos traços marcantes da poesia de Carlos Drummond de Andrade, que é o:
a) misticismo
b)euforismo
c) desencanto
d) radicalismo
e) egocentrismo

6. (FUVEST-SP) Leia atentamente o texto:

Dados biográficos
“Mas que dizer do poeta
numa prova escolar?
Que ele é meio pateta
e não sabe rimar?
Que veio de Itabira,
terra longe e ferrosa?
E que seu verso vira,
de vez em quando, prosa?
.............................................
Que encontrou no caminho
uma pedra e, estacando,muito riso escarninho
o foi logo cercando?”

Esses “dados biográficos” são do poeta:
a) Jorge de Lima.
b) Manuel Bandeira.
c) João Cabral de Mello Neto.
d) Carlos Drummond de Andrade.
e) Guilherme de Almeida.

7. (PUC-RS)
“Não faças versos sobre acontecimentos.
Não há criação nem morte perante a poesia
Diante dela, a vida é um sol estático,
Não aquece nem ilumina.”

Uma das...
tracking img