Gastronomia e arquitetura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4698 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Integração do bairro através da cultura para a requalificação urbana
Escola de Gastronomia

Tatuapé – Pq São Jorge

2011

Juliana Freitas dos Santos
Turma A – Profº Flávio Marcondes
08/04/2011

Tema: Integração do bairro através da cultura para a requalificação urbana
Local: Tatuapé – Pq São Jorge

Escola de Gastronomia
Sumário

1. Introdução

2. Tatuapé - Integração dobairro através da cultura para a requalificação urbana

- Histórico do bairro
- Surgimento da ferrovia
- Processo de desindustrialização
- Desenvolvimento e segregação
- “Boom” imobiliário
- Infra-estrutura

3. Gastronomia e cultura

- Gastronomia
- Colonização por imigrantes e inicio da gastronomia no Brasil
- Economia com base na indústria alimentícia
- São Paulo, cidadecosmopolita
- Brás, Mooca e Tatuapé, berço gastronômico
- O ensino e profissão na gastronomia

4. Estudos de caso

- Referências
- Construções em várzeas
- Barreiras físicas e soluções para a minimização do problema

5. Projeto

- Inserção na cidade
- Partido arquitetônico
- Desenvolvimento
- Experimentação
- Projeto final

6. Conclusão

7. Bibliografia

1 –Introdução

Com o desenvolvimento da cidade de São Paulo, o Tatuapé é dividido, e parte de suas áreas se tornam distritos do Carrão, Aricanduva e Vila Formosa.
A ferrovia então separa o Tatuapé, onde o lado norte, onde fica a Marginal Tietê tem a predominância de uma área altamente industrial com empresas como a Bosh e a Souza Cruz, enquanto o lado Sul, delimitado pela Av. Salim Farah Maluf, há umagrande área rural, com muitas chácaras.
Com o passar dos anos, a área rural começa a ser loteados para se tornar condomínios de médio padrão, e a partir de então o desenvolvimento é cada vez mais presente nesta área, enquanto na outra, os galpões industriais são esvaziados pelas empresas que vão rumo do interior de São Paulo, e ali então se torna um local bastante residencial e com comércioPopular predominantemente na Av. Celso Garcia.
Nos anos 2000, um grande “boom” imobiliário da região torna cada vez mais evidente as diferenças de um lado da linha férrea para o outro, onde galpões são desapropriados e passados a áreas residenciais ou áreas abandonadas. Enquanto a população do bairro cresce, as partes industriais, empregatícias e educacionais, os cursos de qualidade superior, seencontram cada vez mais distante dali, e os mais jovens procuram morar em outras localidades por este fato.
Por São Paulo ter crescido nessa forma desordenada e espraiada surgiram diversas centralidades sendo uma delas o Tatuapé que é o bairro principal, centro da região leste, o desenvolvimento foi tão rápido que acabou ficando saturada e a parte sul que era antigamente a parte residencial, porcausa deste crescimento imobiliário forte, a parte norte foi deixada de lado por ser a parte industrial. Hoje essas indústrias acabaram se mudando do Tatuapé e de zonas mais centrais para áreas mais extremas da região leste por falta de espaço, deixando a área segregada devido a barreira física da linha férrea. Através da cultura e a educação para requalificação da área gerando investimentos na parteresidencial e comercial desafogando a região sul do bairro e evoluindo na demanda de moradores nesta parte do Tatuapé.

2 - Tatuapé - Integração do bairro através da cultura para a requalificação urbana

Histórico do bairro

Em 1560 Brás Cubas (fundador de Santos), acompanhado de Luiz Martins e de grande criadagem, resolve subir ao planalto em busca de ouro na sua sesmaria. Após passarpela Serra do Mar deram com um riacho – o ribeirão Tatuapé, e seguindo seu curso até a foz defrontaram-se com um rio que chamavam de Rio Grande (o Tietê). Naquele ponto acamparam e ali montaram: um rancho, uma ermida devotada a Santo Antônio, um curral e diversas casas. Desenvolveram criações de gado e porcos e algumas culturas, entre elas cana e uvas para fabricação de vinho. Brás Cubas acabou...
tracking img