Gastrite

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1619 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. GASTRITE
A gastrite é a inflamação da camada de tecido mais superficial que reveste o estômago, chamada de mucosa gástrica. Essa inflamação desenvolve-se como resposta normal do organismo quando ocorre agressão a sua integridade.

2. CAUSAS
Ela pode ser causada por diversos fatores sendo os mais comuns a presença do Helicobacter pylori: ou o uso de medicamentos (como aspirina ouanti-inflamatórios), álcool e estresse. O Helicobacter pylori é uma bactéria capaz de produzir uma substância (urease) que, por meio de reação química, neutraliza o ácido gástrico, permitindo que ela se aloje e se multiplique dentro da camada do muco protetor do estômago. A prevalência da infecção por esse microorganismo é extremamente alta, sendo adquirida comumente na infância e permanecendo para o restoda vida, a não ser que o indivíduo seja tratado. Estima-se que mais de 50% da população mundial tenha a bactéria em seu estômago. Em alguns países da África, Ásia e América do Sul, a prevalência é de até 90% da população.

3. MODOS DE TRANSMISSÃO
A transmissão ocorre principalmente pela ingestão de água ou alimentos contaminados ou pode, com menor frequência, ser transmitida de pessoa parapessoa. A infecção pela bactéria pode levar à gastrite crônica, úlcera gástrica e duodenal e, a longo prazo, até ser coadjuvante na formação do câncer do estômago.

4. SINTOMAS
A gastrite pode ser completamente assintomática, principalmente nos casos crônicos. Na fase aguda, os sintomas são mais proeminentes são:
· dor e queimação no abdômen
· azia
· perda do apetite
· náuseas e vômitos· sangramento digestivo, nos casos complicados, demonstrado pela evacuação de fezes pretas (melena) e/ou vômitos com sangue (hematêmese).
Por deficiência de absorção de Vitamina B12 e ácido fólico, pode ocorrer anemia manifestada por:
· fraqueza
· ardência da língua (glossite)
· irritação dos cantos dos lábios (comissurite)
· diarréia
· mais raramente, alterações neurológicasenvolvendo memória, orientação e coerência, quadro clínico relacionado à gastrite atrófica.


5. FASES DA SECREÇÃO GÁSTRICA
5.1 Fase cefálica: Ocorre mesmo antes que o alimento entre no estômago, resultante da visão, do olfato, do pensamento.
5.2 Fase gástrica: Uma vez o alimento penetrado no estômago, excita o mecanismo gastrina que por sua vez, causa a secreção gástrica diária.
5.3 Faseintestinal: caracteriza-se pela presença de alimento no duodeno, na qual, pequena quantidade de gastrina - denominada gastrina entérica - também é liberada pela mucosa duodenal para o processo digestivo.


6. FISIOPATOLOGIA DA GASTRITE
6.1 Gastrite Aguda: É geralmente devido à imprudência dietética. Outras causas incluem o uso exagerado de aspirina e o excesso de ingestão deálcool.
6.2 Gastrite Crônica: É uma inflamação prolongada do estômago e podem ser causados tanto por úlceras benignas como malignas ou pela bactéria Helicobacter pylori. E podem estar associadas com doenças auto-imunes (anemia perniciosa) e pelo refluxo do conteúdo intestinal no estômago

7. COMPLICAÇÕES DA GASTRITE
- A gastrite pode apresentar as seguintes complicações:
7.1 Hemorragia:pode ocorrer ocasionalmente, chegando a ser necessária a intervenção cirúrgica;
7.2 Diarreia: em casos de ingestão de alimentos contaminados ou irritantes, quando eles alcançam o intestino;
7.3 Obstrução pilórica: determinada pela ingestão de corrosivos que resultam na cicatrização anti anatômica (estenose).

8. DIAGNÓSTICO DA GASTRITE
O diagnóstico de gastrite só pode ser firmado, comcerteza, pela endoscopia digestiva alta, quando o médico observa a mucosa gástrica lesada. Nessa ocasião colhe, quando necessário, fragmentos (biópsias) para o exame microscópico ou para a pesquisa do Helicobacter pylori, utilizando o teste da urease, realizado na própria sala de exame. Se o paciente for portador dessa bactéria, o médico assistente decidirá sobre a erradicação ou não da...
tracking img