Gastrite

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3627 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO
CAMPUS SÃO PAULO
CURSO NUTRIÇÃO

NUTRIÇÃO CLÍNICA II
Úlcera péptica e Gastrite

SÃO PAULO
2012


Vanessa Alencar

NUTRIÇÃO CLÍNICA II
Úlcera péptica e Gastrite

Trabalho da Disciplina Nutrição Clínica II
curso de Nutrição do Centro
Universitário Adventista de São Paulo.
Professora Márcia Salgueiro

SÃO PAULO
2012
SUMÁRIO
1 –Definições e Epidemiologia____________________________________4
2 –Sinais e sintomas________ ____________________________________5
3 –Fatores de risco _____________________________________________7
4 –Sinais e sintomas ____________________________________________6
5 - Fisiopatologia________________________________________________7
6-Diagnóstico_________________________________________________10
7 - Tratamento_________________________________________________11
7.1 Tratamento das úlceras_____________________________________________11
8 – Cuidados nutricionais________________________________________13
8.1 Objetivos da dietoterapia________________________________________13
8.2 Características da dieta_________________________________________13
8.3 MedicamentosUtilizados________________________________________16
8.4 Interações droga – nutriente _____________________________________17
9- Conclusão________________________________________________________19
10- Referências bibliográficas___________________________________________20

Definições e epidemiologia
A gastrite induzida pelo H. pylori uma das infecções mais comuns na espécie humana, comprometendo cerca demetade da população mundial (8). A bactéria apresentadistribuição cosmopolita, sendo encontrada em habitantes dos cinco continentes. A prevalência da infecção pelo H. pylorivaria com a idade, o nível socioeconômico e a raça. Estudos sorológicos demonstraram que a prevalência de infecção por H. pyloriaumenta com a idade e é maior nos países em desenvolvimento. Na França, a soropositividade emindivíduos menores de 18 anos é de 7%, enquanto na Argélia e na Costa do Marfim,está em torno de 62% e 64%, respectivamente. A infecção pelo H. pylori, em países desenvolvidos, ocorre após os três ou cinco anos de idade; já em países em desenvolvimento, crianças com menos de um ano podem estar contaminadas.
Estudos brasileiros encontraram as seguintes prevalências: 59,5% no Rio de Janeiro (RJ);76,3% em São Paulo (SP); 83% em Santa Maria (RS); 84,7% em Nossa Senhora do Livramento (MT); 85,18% em Botucatu (SP);87% em Araçuaí (MG),; 89,6% em Campinas (SP) e 96% em São Luís (MA).
Embora cerca de 50% da população mundial estejam contaminados pelo H. pylori, os mecanismos de transmissão constituem motivo de muita controvérsia. As vias oral-oral e fecal-oral parecem ser as principais formas detransmissão.
Entretanto as taxas reais não foram estabelecidas.
Além das causas ambientais que contribuem para a transmissão do H. pylori, há estudos que indicam que fatores do hospedeiro exercem importante papel nas taxas de infecção e nas consequências patológicas induzidas pelo microrganismo.
A úlcera péptica é uma lesão localizada no estômago ou duodeno com destruição da mucosa da parededestes órgãos, Atinge os vasos sanguíneos subjacentes.
É causada pela insuficiência dos mecanismos protetores da mucosa contra a acidez gástrica, principalmente pela Infecção com a bactéria Helicobacterpylori.
As maiores prevalências estão nos países subdesenvolvidos e em indivíduos com baixo nível socioeconômico e educacional, também em  Aglomerações domésticas econdições insalubres devida.
 
Sinais e sintomas
Na gastrite aguda – Início rápido a exposição á substância agressora; são sintomas que duram poucas horas a alguns dias.
* Desconforto epigástrico, indigestão.
* Cólicas
* Anorexia, náusea, vômito.
* Hematêmese
Gastrite crônica
* Semelhante à forma aguda
* Desconforto epigástrico brando
* Queixas vagas, como uma intolerância a alimentos...
tracking img