Gasto bachelard

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (449 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO
INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS
DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA
RAFAEL MARCOS DE SOUZA FERNANDES.

Referência Bibliográfica.
BACHELARD, Gaston. A filosofiado Não o novo espírito científico a oética do espaço. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

Palavras-chave: Fenomenologia, Casa, Intimo.

RESENHA CRÍTICA:

A princípio, Bachelard busca um estudosobre imagens da intimidade, problematizando a poética da casa. Com a imagem da casa, temos um verdadeiro princípio de integração psicológica. Assim, Psicologia descritiva, psicologia dasprofundidades, psicanálise e fenomenologia poderiam, com a casa, constituir esse corpo de doutrinas que designamos sob o nome de topoanálise. Examinada nos horizontes teóricos mais variados, parece que a imagemda casa se transforma na topografia do nosso ser íntimo. Para dar uma idéia da complexidade da tarefa do psicológico que estuda a alma humana em suas profundezas.
Mas pelo fato dela se desenvolvertão facilmente, há um sentido em tomar a casa como um instrumento de análise para a alma humana. Assim nossos inconsciente está “alojado”. Nossa alma é uma morada. E quando nos lembramos das “casas”, dos“aposentos”, aprendemos a “morar” em nós mesmos. Vemos logo que as imagens da casa seguem nos dois sentidos: estão em nós assim como nós estamos nelas.
Assim, Bachelar acredita que abrimo-nos àsvezes somente a um tipo de devaneios. Pelo menos pra nós, que meditamos há muito tempo sobre a imaginação dos elementos. Depois de seguir devaneios de habitar esses lugares inabitáveis, voltamos aimagens que, assim como nos ninhos e nos sonhos, exigem que nos façamos pequenos para vivê-las. De fato, em nossas próprias casas não encontramos redutos e cantos onde gostaríamos de nos encolher.
Assim naaltura do capitulo, Bachelar analisa numerosas imagens, propondo uma dialética entre o interno e o externo, dando às imagens um valor ontológico, dialético que vai repercutir numa dialética entre...
tracking img