Gargantua & pantagruel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2309 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
GARGANTUA & PANTAGRUEL



1. Obra analisada:
Gargântua e Pantagruel - François Rabelais.


2. Apresentação do trabalho:
Definido o recorte temático, foram alteradas algumas atribuições dos componentes inicialmente previstas no pré-projeto, em virtude do volume e da e complexidade da obra, de forma que todos tivessem contato com a mesma através da leitura de pelo menosum dos cinco livros, com o objetivo de melhor de explorar o recorte temático. Por ocasião da mesa-redonda em que cada componente expôs sua impressão sobre a obra, ficou evidente o quanto de Rabelais é rico em temas a serem explorados e que apesar de passados cinco séculos sua obra permanece atual por conta das críticas às instituições e modelos de seu tempo, perfeitamente pertinentes ao nossotempo, conforme atesta o acadêmico francês Jean Marie Goulemot ao observar que a obra de Rabelais “contém críticas às autoridades religiosas e políticas e admiração por formas sociais anti-autoritárias. Representa uma escolha, uma afirmação da liberdade do indivíduo para estabelecer seus próprios padrões, rejeitar idéias e crenças convencionais e constituir seu próprio conhecimento”. A partir daí, ogrupo decidiu que além de explorar o recorte temático previamente definido, o grupo destacaria de forma superficial outros pontos importantes da obra que podem ser explorados como a construção da individualidade, a fronteira do humor e da seriedade e o culto ao riso e a sátira, a higidez corporal como instrumento prática para manutenção da saúde ou ainda o uso da crítica ás instituições vigentescomo forma de aperfeiçoá-las.
Com relação ao recorte temático foi mantido o inicialmente proposto “A crença no poder da educação na transformação e construção do homem e da sociedade”, em virtude da obra ser um exemplo clássico dessa crença no poder transformador da educação e de como os ideais de coragem, valentia, força, temperança, disciplina e sabedoria, resgatados por Rabelais daAntigüidade Clássica para ajudar os homens na difícil tarefa de se conduzir e viver na sociedade em transição de sua época ainda são aplicáveis aos dias de hoje.


3. Contexto histórico:
François Rabelais (1483-1553) nasceu em plena época das navegações e morreu no auge das descobertas renascentistas, tendo iniciado seus estudos com os franciscanos e, mais tarde, entrou para a ordem de são Bento.Permaneceu pouco tempo na vida monástica, abandonando-a, começou a viajar e a conhecer o mundo afastando-se da teologia e estudando medicina. Pouco se sabe da sua vida, como era sua vida intima.
Quando Gargantua e Pantagruel foi escrito no século XVI, a Europa fervia, tanto sob o ponto de vista político e comercial quanto ao crescimento da produção cientifica e literária. Graças aosnavegadores espanhóis e portugueses o mundo explodira e ganhara novos contornos, a literatura torna-se livre em relação ás imposições morais, levando a uma atitude de epicurismo e busca de uma moral naturalista. Gargantua e Pantagruel foi colocado pelo papa no Índex, rol de livros proibidos pela igreja católica. Esta obra critica veementemente de forma depreciativa os costumes da época; faz caricatura daeducação escolástica mostrando que o homem formado nesses ensinamentos se torna um imbecil diante das necessidades de seu tempo. Defende a idéia de que a verdade é filha do tempo e, por isso quer mostrar outros métodos para ensinar aos jovens, faz várias critica a igreja católica e por isso foi perseguido por ela, não só pela igreja mais também pela Sorbone (antiga universidade de paris) por serconsiderado obsceno. O fato de ter boas ligações com a corte, que juntamente com os burgueses tinham uma propensão a dar proteção aos artistas o livra Rabelais repressões maiores.

O RISO- como ele o próprio diz: muito mais vale o riso do que o pranto. Ri de amigo, que rir é próprio do homem. Acentuamos aqui ao que o riso era proibido na Idade Média,não faz prática dos homens.,ao contrário,...
tracking img