Gandhi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1175 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Humanismo e Cidadania – Luiz Moura
MAHATMA GANDHI (1868 – 1948)
“Quando em desespero, lembro-me que ao longo de toda a história os caminhos da verdade e do amor ganharam sempre. Existiram tiranos e assassinos e durante um período eles podem parecer invencíveis, mas no final eles caem sempre. Pensem nisso – sempre.” – Mahatma Gandhi

Aline Calumby
Maria Eduarda Cabral
Thaís Gusmão

Recife,24 de março de 2012

MAHATMA GANDHI (1868 – 1948)

Mahatma Gandhi (1869-1948) nasceu em Porbandar na Índia, no dia 2 de outubro. Seu nome verdadeiro era Mohandas Karamchand. Seu pai era um político local. Como era costume Gandhi teve um casamento arranjado aos 13 anos de idade. Foi para Londres estudar Direito e em 1891 voltou ao seu país para exercer a profissão. Dois anos depois, vai paraa África do Sul, também colônia britânica, onde inicia um movimento pacifista. Foi amplamente reconhecido como um dos maiores líderes políticos e espirituais do século XX. Honrado na Índia como o pai da nação, foi pioneiro e praticou o princípio de Satyagraha – resistência à tirania através de desobediência civil massiva, não-violenta.
Enquanto liderava campanhas a nível nacional para aliviar apobreza, expandir os direitos das mulheres, criar harmonia religiosa e étnica, e eliminar as injustiças do sistema de castas, Gandhi aplicou de forma suprema os princípios da desobediência civil não-violenta, tendo um papel decisivo para libertar a Índia do domínio estrangeiro. Com frequência foi aprisionado pelas suas ações, às vezes por anos, mas conseguiu a sua meta em 1947 quando a Índiaconseguiu a sua independência da Grã–Bretanha.
Devido à sua grandeza ele é chamado Mahatma, que significa “grande espírito”. Os líderes de direitos civis desde Martin Luther King, Jr., a Nelson Mandela reconheceram Gandhi como fonte de inspiração na sua luta para conseguir direitos iguais para os seus povos.

MAHATMA GANDHI E A LUTA PELA LIBERTAÇÃO DA ÍNDIA

É a partir do processo deIndependência da Índia que se leva ao fim da dominação do Reino Unido sobre esse país em 1948. A economia era essencialmente agrária e desenvolvida pelas comunidades aldeãs, embora técnicas artesanais também fossem desenvolvidas.

O hinduísmo, cujas normas impunham o conformismo e a negação ao hedonismo, e o islamismo, com a total aceitação da vontade de Ála, facilitavam a penetração estrangeira sem muitaresistência.

Em 1891, Gandhi retorna a Índia depois da morte de sua mãe, e tenta a carreira de advogado. Vai até a África do Sul para defender uma empresa hindu num processo judicial. A discriminação racial lá praticada despertou sua consciência social. Para ele, “o aprendizado me levou a descobrir o lado melhor da natureza humana e a entrar no coração dos homens”.

Ao deixar a África, leu nojornal que estava sendo proposta uma lei que privaria os hindus do voto. Apoiado pelos amigos, ele fundou em Natal o Congresso hindu, em 1894. Vai à Índia buscar sua esposa e filhos em 1897 e, ao retornar à África, sofreu ameaças para interromper suas atividades como advogado. Após escapar de espancamentos e até de linchamento, ele se recusa a processar os que o maltrataram. Acreditava firmementeno princípio de ego-restrição, com respeito a uma pessoa infratora. Depois disso, apoiou os britânicos na Guerra Bôer. Gandhi permaneceu na África do Sul por 20 anos, defendendo os direitos dos hindus.
Em 1914 regressa à Índia em definitivo e dá início à sua luta pela independência da dominação britânica que já dura quase três séculos e, com igual vigor, pela Tradição de sua gente, em grandemedida contaminada e fragilizada diante da infecção capitalista.
Como líder político e espiritual da Índia soube utilizar-se engenhosamente de toda a Tradição para reerguer o orgulho de sua gente, abalado pela dominação e deu muito que pensar àqueles que se consideravam “superiores” e por isso dominavam. Este sempre foi e segue sendo o discurso do dominador: uma pretensa “superioridade” que, ao...
tracking img