Game of thrones .3

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 1742 (435390 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Copyright © George R. R. Martin Todos os direitos reservados. Versão brasileira © 2011, Texto Editores Ltda. Titulo original: A Storm of Swords Diretor editorial: Pascoal Solo Editora: Mariana Rolier Produção editorial: Sonnini Ruiz Preparação de texto: André Albert Revisão: Vivian Miwa Matsushita, Suria Scapin, Margô Negro Diagramaçào: Página Escrita Editorial Adaptação de capa: OsmaneGarcia Filho Ilustração da capa: Marc Simonetti © Éditions Jailu

Dados internacionais de catalogação na publicação (ClP-Brasil) Ficha catalográfica elaborada por Oficina Miríade, RJ, Brasil. M381 Martin, George R. R., 1948A tormenta de espadas / George R. R. Martin; tradução: Jorge Candeias. - São Paulo: Leya, 2011. 884 p.: il. - (As crônicas de gelo e fogo; 3) Tradução de: The storm of swords.ISBN 978-85-8044-262-5 1. Literatura americana. 2. Ficção fantástica americana. I. Título. II. Série 11-0108 CDD-813

2011 Todos os direitos desta edição reservados à TEXTO EDITORES LTDA. [Uma editora do grupo LeYa) Rua Desembagador Paula Passaláqua, 86 01248-010 - Pacaembu - São Paulo - SP www.leya.com

UMA NOTA SOBRE A CRONOLOGIA
As Crônicas de Gelo e Fogo são contadas através dos olhos depersonagens que, ás vezes, estão separadas centenas ou mesmo milhares de quilômetros umas das outras. Alguns capítulos cobrem um dia, outros, apenas uma hora: outros podem englobar uma quinzena, um mês, meio ano. Com tal estrutura, a narrativa não pode ser estritamente seqüencial: Às vezes há coisas importantes acontecendo simultaneamente, separadas por mil léguas. No caso deste volume que oleitor tem em mãos, deve-se compreender que os capítulos de abertura de A tormenu de espadas não se seguem aos últimos capítulos de A fúria dos Reis: antes, se sobrepôem a eles. Abro com uma espiada em algumas das coisas que estavam se passando em Punho dos Primeiros Homens, Correrrio, Harrenhal e Tridente, enquanto se lutava a Batalha da Água Negra em Porto Real. e durante seu desfecho. George R. R.Martin

Para Phyllis, Que me obrigou a incluir os dragões

AGRADECIMENTOS
Se os tijolos não estiverem benfeitos, a muralha cai. E esta muralha que estou construindo é realmente enorme, portanto preciso de um monte de tijolos. Felizmente, conheço um monte de tijoleiros e também todos os tipos de pessoas úteis. Meu obrigado e reconhecimento vão, uma vez mais, para aqueles bons amigos que tãoamavelmento me emprestaram seus conhecimentos (e, cm alguns casos, ate os seus livros) para que os meus tijolos pudessem ser bons e sólidos - do meu Arquimestre Sage Walker ao Primeiro-Construtor Carl Keim, passando por Mclinda Snodgrass, meu mestre dos cavalos. E, como sempre, a Parris.

O dia estava cinzento e amargamente frio, e os cães não sentiam cheiro. A grande cadela preta, que uma vezfarejara os rastros do urso, recuou e se escondeu no meio da matilha com o rabo entre as pernas. Os cães aninhavam-se juntos uns dos outros, com um ar infeliz, na margem do rio, enquanto o vento batia neles. Chett também o sentia morder através das camadas de lã negra e couro fervido. O frio era excessivo para homens ou animais, mas ali estavam eles. Sua boca retorceu-se e ele quase conseguiu sentiro rubor e a irritação invadindo as pústulas que lhe cobriam as bochechas e o pescoço. Eu devia estar em segurança na Muralhatratando dos malditos corvos e acendendo fogos para o velho Meistre Aemon, Tinha sido o bastardo Jon Snow que lhe roubara isso, ele e Sam Tarly, seu amigo gordo. Era por culpa deles que estava ali, congelando as malditas bolas com uma matilha de cães de caça, nas profundezasda floresta assombrada. Sete infernos. - Deu um forte puxão nas trelas para conseguir a atenção dos cães. - Sigam o rastro, seus idiotas. Aquilo é uma pegada de urso. Querem um pouco de carne ou não? Encontrem! - Mas os cães limitaram-se a se aconchegar mais, ganindo. Chett estalou seu chicote curto por cima da cabeça dos animais, e a cadela preta rosnou para ele. - Carne de cão tem um gosto...
tracking img