Gambiarra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6016 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DOENÇAS DE VEICULAÇÃO HÍDRICA











Belo Horizonte

2011








DOENÇAS DE VEICULAÇÃO HÍDRICA












Belo Horizonte

2011

SUMÁRIO



1 - INTRODUÇÃO 4

2 – A ÁGUA NA TRANSMISSÃO DE DOENÇAS 5

2.1 - Água como veículo 6

2.3 - Água e doenças 7

2.4- Medidas profiláticas 8

3 – DOENÇAS DE VEICULAÇÃOHÍDRICA 10

3.1 – Amebíase 10

3.2 – Febre tifoide 11

3.3 – Febre paratifoide 12

3.4 – Hepatite Infecciosa 14

3.4.1 - Hepatite A 14

3.4.2 – Hepatite B 14

3.5- Cólera 15

3.6 – Esquitossomose 17

3.7 – Ascaridíase 19

3.8 – Teníase (solitária) 20

3.9 – Oxiuríase 22

3.10 – Ancilostomose (Amarelão) 23

4 – CONSIDERAÇÕES FINAIS 25

5 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 261 - INTRODUÇÃO



A forma como o ambiente vem sendo utilizado pelo homem nas últimas décadas tem levado à degradação dos ecossistemas, devido ao aumento de sua exploração e da poluição levada a eles. Desta maneira, agravam-se as condições de vida da população humana, submetendo-a a riscos diários prejudiciais a sua saúde.

Neste texto, abordaremos as doenças e síndromesveiculadas pelo contato com a água, envolvendo organismos biológicos. A grande maioria desses agentes é um microrganismo, mas, há outros seres que também desencadeiam doenças (parasitos). Os parasitos designam elementos associados a outros dos quais extraem alimento e acabam prejudicando o hospedeiro, causando doenças. Entre as doenças, falaremos das principais, cólera, esquistossomose, dentre outras,destacando suas características, medidas profiláticas, tratamento e sintomas e demais informações específicas de cada doença.

A relação entre quantidade de água e doenças, intuitivamente suspeita ou emitida desde a mais remota antiguidade, só ficou provada cientificamente, a partir de meados do século passado (epidemia de cólera em Londres, 1854 – John Snow).2 – A ÁGUA NA TRANSMISSÃO DE DOENÇAS



Doenças de veiculação hídrica são aquelas relacionadas à água, e, segundo a Organização Mundial de Saúde - OMS, cerca de 85% das doenças são de veiculação hídrica.

Dos muitos usos que a água pode ter, alguns estão mais intimamente relacionados com a saúde humana:

- Água utilizada como bebida ou na preparação de alimentos;- Água utilizada no asseio corporal ou a que, por razões profissionais ou outras quaisquer, venha a ter contato direto com a pele ou mucosas do corpo humano: ex.: trabalhadores agrícolas em cultura por inundações, lavadeiras, atividades recreativas (lagos, piscinas, etc.);

- Água empregada na manutenção da higiene do ambiente e, em especial, dos locais, instalações e utensíliosusados no manuseio, preparo e ingestão de alimentos (domicílio, restaurantes, bares, etc.,);

- Água utilizada na rega de hortaliças ou nos criadouros de moluscos – ostras, mariscos e mexilhões.

Nos dois primeiros casos há contato direto entre a água e o organismo humano; nos outros casos há principalmente contato direto. Pessoas com doenças causadas, direta ou indiretamente, pela água demá qualidade e por falta de saneamento ocupam 80% dos leitos hospitalares, nos países em desenvolvimento (AZEVEDO NETO & BOTELHO, 1991:14).

A nocividade da água pode resultar de sua má qualidade. A quantidade insuficiente de água também pode causar problemas. Reconhece-se que o fator quantidade tem tanta ou mais importância que a qualidade, na prevenção de algumas doenças. A escassez da água,dificultando a limpeza corporal e a do ambiente, permite a disseminação de enfermidades associadas à falta de higiene. Assim, a incidência de certas doenças diarreicas, do tipo shigelose, varia inversamente à quantidade de água disponível “per capita”, mesmo que essa água seja de qualidade muito boa. A tracoma, que ocorre em vastas áreas de zona rural brasileira, tem como uma das bases de sua...
tracking img