Futurismo italiano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1762 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

CARACTERÍSTICAS FUNDAMENTAIS
O Movimento Futurista foi iniciado em 20 de fevereiro de 1909 com a publicação do Manifesto Futurista de Filippo Tommaso Marinetti “Le Futurisme”, na França, no jornal “Le Fígaro”. Os manifestos eram formas de "atualizar" o movimento, porque este rejeitava o passado e, portanto, não deveria se manter igual durante todo período de sua existência.
Nomanifesto futurista, Marinetti prega a rejeição ao passado devido as artes que eram antes criadas apenas para causar a emoção no observador, portanto, eram antiacadêmicos, pois a academia vangloriava o passado e só incentivava a arte mais clássica. "Nós queremos destruir os museus, as bibliotecas, as academia de toda natureza, e combater o moralismo, o feminismo e toda vileza oportunista eutilitária.", "Nós estamos no promontório extremo dos séculos!... Por que haveríamos de olhar para trás, se queremos arrombar as misteriosas portas do Impossível? O Tempo e o Espaço morreram ontem.” (Primeiro Manifesto Futurista, F. T. Marinetti). Os futuristas tinham como ideia a agressividade e violência, exaltando a guerra, e considerando-o a única forma de higienizar o mundo.
Há uma passagem presenteno manifesto que afirma que "Não há mais beleza, a não ser na luta. Nenhuma obra que não tenha um caráter agressivo pode ser uma obra-prima”, através de tais princípios tão agressivos, o futurismo eventualmente chega a apoiar a ideia de guerras, a maior forma de violência como algo a ser colocado em questão: "Nós queremos glorificar a guerra - única higiene do mundo - o militarismo, o patriotismo,o gesto destruidor dos libertários, as belas ideias pelas quais se morre e o desprezo pela mulher”.
Uma das ideologias pregadas por Marinetti, o dinamismo, foi a base de sustentação do movimento, no qual, a velocidade nas obras se tornou uma característica muito marcante na época. “Nós afirmamos que a magnificência do mundo se enriqueceu de uma beleza nova: a beleza da velocidade”. Beleza a qualpara ser retratada nas obras, os futuristas recorreram às máquinas, por ser um sinal de força, inovador, e devido a produção em massa, a velocidade. Portanto havia valorização das novas tecnologias e isso acarretou um desprezo ao homem, pois “o homem e seu meio estão numa relação dinâmica constante, na qual o movimento e a luz destroem a materialidade dos corpos" (Richard Humphreys – Futurismo).INOVAÇÕES NAS VELHAS E NOVAS FORMAS DE ARTE
A questão das máquinas seria crucial para os artistas do futurismo, pois elas em si, já sintetizavam diversos temas que eram abordados pela vanguarda, onde principal seria o uso delas como símbolo de inovação. Inovação a qual era levada a todas as obras e que abrangeu a todas as formas de arte criadas por futuristas.
Em relação à escultura, grandeparte concebida por Umberto Boccioni, onde seus contornos são interrompidos, e os membros são difíceis de serem localizados, e consequentemente ao usar o espaço circundante, causa uma forte impressão de movimento, "A escultura deve, portanto, fazer viver os objetos tornando sensível, sistemático e plástico o seu prolongamento no espaço, uma vez que ninguém pode mais duvidar que um objeto acabe ondeum outro comece, e não haja nenhum que circunde o nosso corpo: garrafa, automóvel, casa, árvore, estrada, que não o talhe e não o seccione com um arabesco de curvas retas." (A Escultura Futurista - U. Boccioni)
A respeito da arquitetura, o escritor do manifesto da arquitetura futurista, Sant’Elia, faz uma afirmação interessante: “Os edifícios terão uma esperança de vida inferior a nós próprios.Cada geração terá de construir as suas cidades”, não somente dando a entender que como o esperado da vanguarda, não há nenhuma importância dada ao humano, mas sim aos prédios, enormes arranha-céus que desenhava e complexos viadutos que transformavam a cidade em um pulsante indivíduo vivo, mas mecanizado, como imaginado no manifesto de Marinetti.
No ramo da arte musical, havia uma busca por sons...
tracking img