Futebol

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4187 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Saúde e Condição Física

2012

Hélder Rodrigues José Henriques



“O indivíduo nunca é demasiado velho para praticar Atividade física de uma forma adaptada à sua idade. Cada idoso pode e deve conservar um pouco de alegria no movimento e prazer no esforço, independentemente da idade” Mellerowicz



Exercício físico para Bouchard & Shephard (1994) é uma forma de atividade físicaplaneada, realizada numa base regular durante um determinado período de tempo (treino), com vista a um objetivo específico tal como a melhoria da aptidão física, da prestação motora/técnica ou da saúde.

O exercício físico efetuado a um nível moderado, para além de melhorar a condição física tem também sido associado a acréscimos no bem estar psicológico (Crameretal.,1991, Northetal., 1990) e naprevenção de doenças (citado Teixeira & Pereira, 2003).



A prática da atividade física ajuda desde: bebés recém-nascidos – que iniciam uma vida mais saudável se estimulados precocemente; Idosos – que procuram uma maior facilidade em realizar os mais simples movimentos do dia-a-dia; Passando pela camada jovem da sociedade – que sonha com um “corpo perfeito”; Ou pais e mães que procuram noexercício uma fuga do







stress rotinado do trabalho.

      

Intensidade; Duração; Frequência; Densidade; Tipo de exercício; Musculatura envolvida; Dispêndio calórico.

 Quando o objetivo é a Saúde? O tipo de exercício aplicado deve ser de Baixa/moderada intensidade e longa duração.

ACSM (2006)



Quantidade de atividade física recomendada pelo U.S. SurgeonGeneral´s Report (1996): 30 minutos diários – contínuos ou em acumulado (3X10m); Intensidade de 3 – 6 METs (leve); Dispêndio de 150 Kcal/dia ou 1000 Kcal/semana; Act. Física moderada corresponde a 150 Kcal/dia ou 1000 Kcal /semana.

   

 

Questionários de saúde e AF; Atestado médico com descrição da patologia e a medicação que é consumida pelo cliente; Exames médicos; Avaliações dacomposição corporal; Avaliação da ApF; Provas de esforço monitorizadas através de parâmetros fisiológicos; Avaliação músculo-esquelética;

    


 

Verificar medicações em uso;
Explicar a importância do exercício no tratamento; Explicar que deverá ser “para sempre” .

(Umeda, 2005; Pulz, 2006; ACSM 2010)



A atividade física é uma boa terapia para a ansiedade e depressão,melhorando a auto-estima;



Ajuda a reduzir o stress, a dormir melhor e faz com que se sintam com mais energia;
Segundo Cooper (1982), o exercício físico, em particular o chamado aeróbio, realizado com intensidade moderada e longa duração (a partir de 30 minutos) propicia alívio do stress ou tensão, devido a um aumento da taxa de um conjunto de hormonas denominados endorfinas que agemsobre o sistema nervoso, reduzindo o impacto do stress do ambiente e com isso pode prevenir ou reduzir transtornos depressivos.





O objetivo principal do programa é encontrar atividades que evitem situações que aumentem a ansiedade;



Se o nível de aptidão for baixo, iniciar com sessões mais curtas (até 5 a 10 minutos) e aumentar gradualmente até 20 a 60 minutos de atividade aeróbia,pelo menos quatro ou mais dias por semana;
A intensidade deve variar entre os 70 e 85% da capacidade aeróbia máxima; Pelo menos dois dias por semana, seguir um programa de treino de força com um a três conjuntos de exercícios para os principais grupos musculares, com 10 a 15 repetições; Atividades mente-corpo, tais como ioga e tai chi, são particularmente eficazes para reduzir a ansiedade ereforçar o relaxamento.







 

Cuidados a ter: Se o cliente tomar medicação, é preciso estar ciente de como pode afetar o rendimento durante o exercício. Por exemplo, alguns medicamentos anti psicóticos podem causar desidratação ou perturbações na marcha, enquanto certos antidepressivos podem causar fadiga, tonturas e ganhos de peso.



É uma doença articular degenerativa...
tracking img