Fungos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1979 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

FUNGOS

Francislayne,Jênnefer,Quézia e Rayane

TURMA:232
DISCIPLINA:Biologia
PROFESSOR:Pedro

VOLTA REDONDA
2011

FUNGOS

INTRODUÇÃO

São fundamentais para a ecologia do planeta, atuando lado a lado com as bactérias no processo de reciclagem de matéria e são muito importantes na fabricação de produtos muito consumidos no mundo inteiro como o álcool etílico,queijos e pães.Possuem características comportamentais, de alimentação e de reprodução completamente únicos entre os seres vivos.

DESENVOLVIMENTO

Fungo causador da micose
De acordo com Ligia Barrozo, professora da Universidade de São Paulo (USP), o fungo causador da micose, o Paracoccidioides brasiliensis, raramente tem sido identificado na natureza e não havia estudos correlacionando a incidência dadoença com variáveis climáticas. "Existem evidências de que as pessoas adquirem a doença por inalação dos esporos do fungo provenientes do solo. Mas há grande dificuldade para se isolar o fungo do solo e, por isso, não conhecemos muito bem a ecologia desse agente, ou seja, não sabemos quais são os ambientes mais favoráveis para seu desenvolvimento e porque algumas regiões têm incidência maior, por exemplo", disse Ligia à Agência FAPESP. Segundo ela, a doença, em sua forma crônica, pode demorar várias décadas para se manifestar, o que dificulta os estudos, já que um indivíduo infectado pode ter adquirido a micose em outra época, emlocais muito diferentes. Por isso o estudo foi focado na forma aguda, que se manifesta no máximo em 11 meses.

Micose - Paracoccidioides brasiliensis

A micose é uma condição na qual fungos ultrapassam as barreiras de resistência do corpo e estabelecem infecções. São infecções provocadas por fungos que invadem apenas tecidos "mortos" da pele ou de seus anexos (estrato córneo, unhas e pelos). Amicose pode ser superficial, quando se manifesta superficialmente sobre pelos ou unhas, utilizando a queratina para se alimentar; ou profunda, quando se manifesta na pele e nas regiões subcutâneas podendo permanecer estritamente na pele ou se espalhar pela corrente sanguínea.

Forma de contaminação

-Contato com animais de estimação

-Em chuveiros públicos

-Lava-pés de piscinas, praias esaunas

-Andar descalço em pisos úmidos ou públicos

-Uso de toalhas compartilhadas ou mal-lavadas

-Peças de uso comum (botas, luvas)

-Uso de roupas e calçados de outras pessoas

-Uso de alicates de cutículas, tesouras e lixas não-esterilizadas

-Usar roupas úmidas por tempo prolongado

Prevenção

Alguns procedimentos diminuem o risco de se contrair micoses:

-Sempre usarcalçados arejados;

-Evitar o uso do mesmo sapato dois dias em seguida;

-Usar talco entre os dedos;

-Colocar os sapatos para ventilar;

-Preferir meias de algodão a meias de nylon ou de qualquer tecido sintético;

-Evitar andar descalço em pisos úmidos;

-Nunca usar toalhas compartilhadas, especialmente se estiverem úmidas ou mal lavadas;

-Após o banho enxugar-se bem, principalmente nasáreas de dobras, como o espaço entre os dedos dos pés e virilha;

-Usar sempre roupas íntimas de fibras naturais, como o algodão, pois as fibras sintéticas prejudicam a transpiração;

-Evitar usar roupas apertadas, que provocam atrito e prejudicam a transpiração.

Sintomas

Os sintomas da micose são manchas na pele, vermelhidão, descamação da pele, formação de vesículas (pequenas bolhasde água) e coceira, posteriormente formando lesões úmidas que após um período secam tornando-se ásperas. Por isso, é fácil confundi-las com alergias. Se não for uma micose muito óbvia, é bom fazer um exame para ver se não é alguma reação alérgica.

Tratamento

O tratamento para a micose consiste em associar medicamentos tópicos e orais, porém os mesmos devem ser utilizados num período de...
tracking img