Fundamentos teoricos e metodologicos do serviço social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2100 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Surgimento do Serviço Social na América Latina.
No inicio o Serviço Social “prestava” serviço para classe dominante, era um mediador entre as duas classes.
Por volta da década de 30 surgem às lutas reivindicais dos trabalhadores, nesse momento a institucionalização do Serviço Social entra como pacificador por parte do Estado, a classe dominante e a igreja se posicionam diante dela.
A igrejacatólica foi fundamental na abertura das duas primeiras escolas de Serviço Social a de São Paulo, em 1.936 e a do Rio de Janeiro em 1.937, sendo essas duas as pioneiras do Serviço Social no Brasil.
Silva (1.995) afirma que desde o ano de criação das primeiras escolas de Serviço Social até 1.945, são definidos 3 eixos para a formação profissional do assistente social, sendo elas: 1 – Formaçãocientifica = o conhecimento das disciplinas.2 – Formação técnica 3 – Formação moral e doutrinaria.
A expansão da economia norte-americana na América Latina resultou na adoção do Brasil pelo desenvolvimento que monopolizava a economia e a política, houve influencia norte-americana no Serviço Social.
Na década de 50 e 60, o assistente social é preparado como mão-de-obra.
Surge o movimento dereconceituação.
Diante do clima repressivo os assistentes sociais refugiam-se cada vez mais, em discussão conferem um perfil a profissão=objeto, objetivos, métodos e procedimentos de intervenção.
No final da década de 70 o profissional do Serviço Social buscam novas práticas para atender camadas populares.
Com a Constituição Federal 1.988, o assistente social deixa de ser um agente da caridade ecaminha em direção à execução de politicas públicas, auxiliando seus usuários os direitos e deveres.
Desenvolvimento Perspectiva endógena
Na Perspectiva Endógena ou conservadora a origem do Serviço Social está relacionada á evolução, organização e profissionalização da caridade e filantropia (moças de família ricas) emergentes da Igreja Católica através do humanismo cristão.
Os autores defendemessa tese, apoiam-se na ideia da evolução das primeiras formas de ajuda.
A história do Serviço Social num evoluir nem sempre tranquilo mantido o objetivo da coesão no qual seus conhecimentos se dão nas experiências dos indivíduos em grupos, comunidades e da sociedade, objetivo modelação do modelo humano.
A ação profissional está atrelada a relação de conflito individual ou coletiva dostrabalhadores, assegurando as relações que constituem a sociedade, integrada a um conjunto de políticas públicas, dedicadas a coesão social, o que levou a legitimação de serviço social foram a industrialização, e seus fatos imediatos (sociais, econômicos e políticos) e fatores com a ciência.
A perspectiva histórico-crítica enfoca o trabalho e o modo de produção capitalista, como berço da profissão, entendidacomo subproduto da síntese dos projetos político-econômicos, situados na sociedade capitalista que participa das relações de classes e da contradição nelas existente.
O surgimento do serviço social está vinculado à questão social, como conjunto de problemas políticos, sociais e econômicos reclamados pela classe operária na consolidação do capitalismo.
Entretanto a gênese do serviço social nãose esgota apenas com a emergência da questão social, mas especificamente ao momento histórico do capitalismo, monopólio e peculiaridades no âmbito da sociedade burguesa (Netto, 1992; p.14).
No Brasil o serviço social surge na década de 1930, através da “reação católica”. Observa-se que o serviço social surge como uma tentativa e recuperar influência e privilégios que a igreja havia perdido emrelação ao Estado, sua legitimação jurídica dentro do aparato estatal.
Surgem então as primeiras escolas de serviço social, tendo a principio influência europeia e mais tarde, influência norte-americana com base na filosofia, moral e religiosa.
Sendo assim o Estado e a igreja se unem no intuito de coibir reivindicações dos trabalhadores.
O serviço social tem sua gênese, a marca profunda do...
tracking img