Fundamentos sociais históricos do ensino

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2244 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UFPEL / FL / DLV
Curso: Português
Disciplina: FSHF
Professor: Armando Cruz
Aluno: João Batista Azambuja Burguez

Introdução

Nas linhas a seguir disserto sobre o conteúdo programático tratado durante o semestre letivo com o objetivo de fixar os conhecimentos adquiridos. Onde a proposta de trabalho de classe compreendeu a solidificação do entendimento sobre função do educando, doeducador, da escola, da cultura, da política e da sociedade com vistas da sociologia. Durante esse período foram usadas quatro obras como material de apoio aos debates e seminários feitos. Abaixo exponho a síntese destas obras:

Do lar à fábrica, passando pela sala de aula: A gênese da escola de massas

A integração nas relações sociais de produção faz parte de nossa história a muitos séculos.Inicialmente este processo preparatório era feito em ambiente familiar, pais e tios ensinavam o ofício aos seus jovens. Com o passar do tempo ocorreram várias modificações, tanto da forma como era feito como dos objetivos finais.
A primeira “evolução” foi a troca de jovens entre famílias chamados intercâmbios ou contratos de aprendizagem (século XV). Onde havia o compromisso dos preceptoresde ensinar-lhes o ofício, e também a ler e escrever ou os enviar à escola. Sendo essas últimas um papel marginal já que o ideal educativo da nobreza feudal não passava pelas letras. O foco dessa metodologia era: evitar que o fator afetivo interferisse no processo de aprendizagem e a relação social que estava embutida subconscientemente, atendendo as relações de produção que eram atravessadas decima para baixo na época.
Ainda na Idade Média, no século XVIII, surgem os orfanatos porque havia muitas crianças pobres e órfãs, produto do crescimento populacional associado à marginalização imposta pelas relações dominantes de produção daquele tempo. Nesses orfanatos os industriais enxergavam o desperdício da força de trabalho barata e os transformam em casas de trabalho, onde seriamdoutrinadas com muitas horas de trabalho e um pouco de instrução. Mas, os dominantes da época tinham a preocupação de dar educação aos futuros trabalhadores na medida certa para mantê-los submissos, caso contrário poderiam incitar ambições indesejáveis. No entanto houve o momento em que pensaram em um retrocesso, mas ignorantes e rudes não eram úteis, o ponto adequado era o adestramento, que os faziatrabalhar para outros aceitando todas as imposições.
A igreja foi importante nesta estratégia a partir do momento em que os domesticava de forma que ficavam ordenados e respeitosos, não se rebelando contra exploração servil. Já no século XIX, a disciplina nas escolas foi levada ao extremo, se igualando aos quartéis. Havia regras que permanentemente submetiam os alunos a atenderem ordens comsimples movimentos ou palavras-chave. Qualquer animosidade era castigada.
Antes da escola ganhar a notação, pela classe operária, de instrumento de melhoria social houve o movimento de auto-instrução. Para se manterem atualizados à tecnologia desenvolvida, os artesões começaram a buscar o aprendizado informal por meio de revistas técnicas e econômicas que afetavam seus ofícios. Formandocorrentes de auto-aprendizagem que os fez desenvolver, mesmo que de forma rudimentar, conhecimentos de matemática, física, desenho e procedência de materiais que utilizavam. Neste rumo também andavam as escolas de iniciativa popular, as sociedades operárias, os ateneus, as casas do povo e mais uma gama enorme de atividades similares. Também o movimento operário se engajou nesta corrente com aesperança de acompanhar o ritmo do progresso e melhorar sua posição social e política frente às classes dominantes.
O processo de industrialização nos Estados Unidos necessitava de mão-de-obra, e esse fato deu origem à migração de irlandeses e camponeses do leste e do sul da Europa. Novamente a escola seria usada como meio de doutrinação a trabalhos prolongados, a obediência, a pontualidade e a...
tracking img