Fundamentos historicos de enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1619 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Caroline Tomé
Marcia
Mariany Paião
Nelma Lopes
Samoel Lourenço dos Santos
Tathiane




O que é enfermagem para você?



Faculdade Paranaense.
Curitiba, 10 de maio de 2011

Caroline Tomé
Marcia
Mariany Paião
Nelma Lopes
Samoel Lourenço dos Santos
Tathiane

O que é enfermagem para você?
Trabalho apresentado adisciplina de Fundamentos Históricos da Enfermagem com orientação da Professora Vanessa.

Faculdade Paranaense
Curitiba,10 de maio de 2011

Introdução

Esta pesquisa visa definir quantitativamente o conhecimento e opinião publica sobre o papel e diferenças entre funções das diferentes classes da enfermagem.
A definição do que é enfermagem, qualidade dos serviços prestados , tipode serviço utilizados, em opinião publica sem distinção de sexo, idade, classe social ou educacional.

Objetivo Geral

Conhecer a realidade e importância das diferentes profissões da enfermagem para a comunidade, levando-se em conta a opinião publica.

Objetivo Especifico

- Conhecer opinião da comunidade sobre a enfermagem.
- Identificar se a comunidade sabe a diferença entreprofissionais de enfermagem (auxiliar de enfermagem, técnico em enfermagem e o enfermeiro) e suas respectivas funções.

Qual a diferença do Enfermeiro para o Auxiliar de Enfermagem?

- Enfemeiro conforme seu conselho federal:

Art. 11 - O Enfermeiro exerce todas as atividades de Enfermagem, cabendo-lhe:

I - privativamente:

a) direção do órgão de Enfermagem integrante da estrutura básica dainstituição de saúde, pública ou privada, e chefia de serviço e de unidade de Enfermagem;

b) organização e direção dos serviços de Enfermagem e de suas atividades técnicas e auxiliares nas empresas prestadoras desses serviços;

c) planejamento, organização, coordenação, execução e avaliação dos serviços de assistência de Enfermagem;

d), e), f) e g) (vetados)

h) consultoria, auditoria eemissão de parecer sobre matéria de Enfermagem;

i) consulta de Enfermagem;

j) prescrição da assistência de Enfermagem;

l) cuidados diretos de Enfermagem a pacientes graves com risco de vida;

m) cuidados de Enfermagem de maior complexidade técnica e que exijam conhecimentos de base científica e capacidade de tomar decisões imediatas;

II - como integrante da equipe de saúde:

a)participação no planejamento, execução e avaliação da programação de saúde;

b) participação na elaboração, execução e avaliação dos planos assistenciais de saúde;

c) prescrição de medicamentos estabelecidos em programas de saúde pública e em rotina aprovada pela instituição de saúde;

d) participação em projetos de construção ou reforma de unidades de internação;

e) prevenção e controlesistemática de infecção hospitalar e de doenças transmissíveis em geral;

f) prevenção e controle sistemático de danos que possam ser causados à clientela durante a assistência de Enfermagem;

g) assistência de Enfermagem à gestante, parturiente e puérpera;

h) acompanhamento da evolução e do trabalho de parto;

i) execução do parto sem distocia;

j) educação visando à melhoria de saúde dapopulação;

Parágrafo único - às profissionais referidas no inciso II do Art. 6º desta Lei incumbe, ainda:

a) assistência à parturiente e ao parto normal;

b) identificação das distocias obstétricas e tomada de providências até a chegada do médico;

c) realização de episiotomia e episiorrafia e aplicação de anestesia local, quando necessária.

Enfermeiro no pré-hospitalar:
- supervisionar eavaliar as ações de enfermagem da equipe no Atendimento Pré-Hospitalar Móvel;
- executar prescrições médicas por telemedicina;
- prestar cuidados de enfermagem de maior complexidade técnica a pacientes graves e com risco de vida, que exijam conhecimentos científicos adequados e capacidade de tomar decisões imediatas;
- prestar a assistência de enfermagem à gestante, a parturiente e ao recém...
tracking img