Fundamentos em enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2096 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O HOSPITAL



Definição de Hospital



Estabelecimento de saúde com serviços diferenciados, dotado de capacidade de internamento, de ambulatório (consulta e urgência) e de meios de diagnóstico e terapêutica, com o objectivo de prestar à população assistência médica curativa e de reabilitação, competindo-lhe também colaborar na prevenção da doença, no ensino e na investigaçãocientífica.

Nos séculos XVI e XVII havia uma certa hegemonia de saber médico religioso na Europa ocidental devido ao vínculo com o poder do Estado absolutista. A Igreja, por sua vez, era responsável pela fé, ou seja, exercia um controle ideológico pela fé e tinha o reconhecimento das camadas populares. Ela administrava algumas instituições sociais, como prisões, escolas, orfanatos ecemitérios. Nessa época, intelectuais religiosos impunham uma concepção hegemônica de saúde pública e saber científico.

← A ciência encontrava-se desacreditada;

← Havia uma concepção ideológica dualista cristã entre bem e mal;

← O bem equivalia às virtudes da alma humana;

← O mal era o que estava longe da moral cristã ("doente“);

← Para se livrar do mal era necessáriouma conversão;

← Qualquer outra prática era julgada como bruxaria ou Curanderismo;

← recebiam o rótulo de "curandeiros" e "Bruxos“;

← A “fé” dominava todas instâncias públicas;

← Com a concentração urbana nas cidades, aumenta a incidência de doenças contagiosas;

← A partir dai o estado criou o conhecimento técnico científico através da medicina;

← surgem ossetores de serviços médicos públicos e privados;

← Estado institucionaliza os hospitais;

← Passa a fiscalizar o saber e o diploma;

← O serviço era privado da burguesia;





TIPOS DE HOSPITAL



← Hospitais Filatrópicos;

← Hospitais Públicos;

← Hospitais Beneficente;

← Hospitais com finalidade lucrativa;




HOSPITAL FILANTRÓPICOMotivado pelo compromisso das Santas Casas, ao qual se concede a isenção do pagamento das contribuições previdenciárias, que representam 20% da folha de salários, isenção do PIS e COFINS e outros benefícios.



Requisitos básicos :

a) Destinar 20% de sua receita bruta para atendimento gratuito às pessoas carentes;

b) Destinar, pelo menos, 60% dos seus leitos ao Sistema Únicode Saúde;

c) Não conceder remuneração, gratificação ou vantagem de qualquer espécie aos membros da Diretoria.



HOSPITAL PÚBLICO




Surgiram a partir de 1933, com a criação dos Institutos de Aposentadoria e Pensões (IAPs), que o Estado assumiu o papel de gestão.



HOSPITAL BENEFICENTE




É uma empresa com finalidade não-lucrativa, instituída e mantida porcontribuições e doações particulares, destinada à prestação de serviços a seus associados. Não remunera os membros da sua diretoria, aplica integralmente os seus recursos na manutenção e desenvolvimento de seus objetivos sociais e de seus bens.




HOSPITAL COM FINALIDADE LUCRATIVA




É uma empresa privada, cujo lucro é convertido em renda, apropriada pelo seuproprietário único ou dividida entre seus sócios. Os serviços prestados podem ser pagos à vista, ou através de plano ou seguro de saúde.




CLASSIFICAÇÃO HOSPITALAR




I - QUANTO À EDIFICAÇÃO:

← PAVILHONAR – Os serviços são distribuídos por edificações isoladas de pequeno porte, podendo ou não estar interligadas;

← MULTIBLOCO – Os serviços são distribuídos por edificaçõesisoladas de médio e grande porte, podendo ou não estar interligadas;



II - QUANTO AO NÚMERO DE LEITOS:

← PEQUENO PORTE – Entre 25 e 49 leitos;

← MÉDIO PORTE – Entre 50 e 149 leitos;

← GRANDE PORTE – Entre 150 e 500 leitos;

← EXTRA – Mais de 500 leitos.



Os hospitais também podem ser classificados pelo tipo de serviços que prestam: cirurgias...
tracking img