Fundamentos de etica empresrial e economica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1464 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL
FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E ECONOMIA










Fabiana Guzinski

















RESENHA DO LIVRO FUNDAMENTOS DE ETICA EMPRESRIAL E ECONOMICA























Fundamentos de Ética Empresarial e Econômica

ARRUDA, Maria Cecília Coutinho de; et al. Fundamentos de ÉticaEmpresarial e Econômica. 2 ed. São Paulo : Atlas, 2003.

Objetivos:

O livro é dirigido para um publico alvo interessado nas questões éticas das organizações, tanto para estudantes quanto para profissionais interessados em aprofundar seus conhecimentos de Ética Empresarial e Econômica. O livro traz o crescente interesse na ética empresarial e econômica e na obra é vista sob um ângulo “pordentro” da empresa, tem um enfoque no movimento de humanização das empresas.

A obra é dividida em quatro partes, começando pelas definições e correntes filosóficas. A segunda parte enfoca a ética empresarial, considerando, inclusive os códigos de ética. É na terceira parte que o enfoque econômico começa a aparecer e sendo finalizada na quinta parte com o desafios enfrentados no novo milênio.Parte I: Conceitos da Ética

O termo “ética” provém do grego ‘ethos’, que significa costume, maneira habitual de agir. “A ética pode ser entendida como a ciência voltada para o estudo filosófico da ação e conduta humana, considerando ou não a razão”. (ARRUDA, 2003)

A ética reflete também nos conceitos da moralidade que via procurar o bem e a pureza do homem.

Diversas são ascorrentes éticas, começando por Sócrates que foi mestre de Platão, quem deixou obras idealizando o mundo de forma que a inteligência conduziria a ação do bem.

Aristóteles por sua vez dizia que a ética é a ciência de praticar o bem sendo que o bem do homem é viver uma vida repleta de virtudes, entre elas a mais importante seria a sabedoria. Viver bem é sinônimo de felicidade.

Ascorrentes éticas passam por Epicuro que analisa o prazer como em soberano, este bem que alcança pela ausência de sofrimentos para o corpo e de inquietação para a alma.

Para Kant, o fundamento da ética era o dever, a boa vontade. Dizia: “não há nada que possa ser considerado sem restrição alguma como bom, a não ser a boa vontade”. John Bentham e John Stuart Mill são fundadores da correnteUtilitarista a qual tem como critério ”a maior felicidade”, ou seja, as ações são justas s promovem a felicidade, do contrario são injustas.



Parte II: Éticas nas Empresas

As sociedades normalmente se regem por leis e costumes que asseguram um sistema de valores a serem preservados. É desta mesma maneira que a ética foi instituída nas empresas. Através dos códigos de ética sãoexpressadas, formalmente, as expectativas da empresas a conduta de seus funcionários.

O código de ética de uma organização não visa repreender, e sim regulamentar alguns dilemas éticos da organização, tais como: conflitos se interesse, conduta ilegal, segurança dos ativos da empresa, propriedade de informações, entre outros.

Alguns teóricos acreditam que normas de comportamento favorecema consolidação da imagem da empresa, porem muitos autores enfatizam as pessoas como o foco da ética. A ética é uma soma das virtudes de cooperação e integridade. Virtudes são qualidades que capacitam as pessoas a agir corretamente, atingindo, assim a plenitude. A virtude ensina o exercício continuo de bons hábitos.

Os bons e rotineiros hábitos fazem com que surjam pessoas que podeminfluenciar na conduta ética de outras. Essas pessoas são conhecidas como lideres e normalmente fazem com que seus seguidores sigam seus passos com liberdade.

Os princípios éticos de uma organização são conhecidos por todas as áreas e todas que dela fazem parte.

A área de marketing e propaganda, talvez a área que mais deva estar atenta a princípios éticos, deve satisfazer a demanda...
tracking img