Fundamentos de auditoria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2151 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FUNDAMENTOS DE AUDITORIA- Natureza e Finalidade

ORIGEM

Segundo o ilustre professor A. Lopes de Sá, o termo auditor, evidenciando o título de quem pratica esta técnica, tenha aparecido nos fins do século XIII, na Inglaterra, durante o reinado de Eduardo I.
Pratt cita que a “Joint Stock Companies Act” , de 1844 foi a primeira lei estabelecida especificamente para regular a atividadeempresarial. Em um de seus artigos ela requeria a designação de um auditor para avaliar apenas o balanço patrimonial da organização. Naquela época não havia a intenção de auditar os demais demonstrativos contábeis, inclusive a demonstração de resultados porque o seu objetivo era tão-somente atender as preocupações dos banqueiros em assegurar-se que as empresas possuiam condições de honrar suas dívidas(PRATT, 1993, p. 15).

“A auditoria contábil surgiu em nosso país como parte do sistema capitalista. No início, as empresas eram fechadas e pertenciam a grupos familiares. Com a expansão do mercado e a acirrada concorrência, surgiu a necessidade da empresa ampliar as suas instalações, investir no desenvolvimento tecnológico e aprimorar os controles e procedimentos internos em geral,principalmente objetivando a redução de custos, na intenção de tornar seus produtos mais competitivos no mercado”.

Como conseqüência, as demonstrações contábeis passaram a ter uma importância muito grande para os futuros aplicadores de recursos. Como medida de segurança contra a possibilidade de manipulação de informações, os futuros investidores passaram a exigir que essas demonstrações fossemexaminadas por um profissional independente da empresa e de reconhecida capacidade técnica, a exemplo do que já era feito nos EUA, na Inglaterra e em outros países de economia desenvolvida.

A importância da auditoria contábil para o mercado financeiro pôde ser percebida quando o escândalo envolvendo empresas americanas gerou uma forte crise de credibilidade e afetou seriamente o mercadofinanceiro, conforme reproduções de artigos a seguir.

CONCEITO E OBJETIVO

A auditoria constitui o conjunto de procedimentos técnicos que tem por objetivo examinar a integridade, adequação e eficácia dos controles internos e das informações físicas, contábeis, financeiras e operacionais da entidade.

OBJETO E FINS

O objeto da Auditoria é o conjunto de todos oselementos do patrimônio administrado, os quais compreendem registros contábeis, papéis, documentos, fichas, veracidade dos registros arquivos e anotações que comprovem a legitimidade dos atos da administração, bem como sua sinceridade na defesa dos interesses patrimoniais. A Auditoria pode ter por objeto, inclusive, fatos não registrados documentalmente, mas relatados por aqueles que exercem atividadesrelacionadas com o patrimônio administrado, cuja informação mereça confiança, desde que tais informações possam ser admitidas como seguras pela evidência ou por indícios convincentes.
O fim principal da Auditoria é a confirmação dos registros contábeis e as conseqüentes demonstrações contábeis. Na consecução de seus objetivos a Auditoria Contábil contribui para confirmar os próprios fins daContabilidade, já que avalia a adequação dos registros, dando à administração, ao fisco e aos proprietários e financiadores a convicção de que as demonstrações contábeis refletem ou não, a situação do patrimônio em determinada data e suas variações em certo período.

INDEPENDÊNCIA, CONFIDENCIALIDADE E CETICISMO PROFISSIONAL.

É fundamental que a auditoria seja independente. Elanecessita do mais alto grau de imparcialidade, integridade e objetividade, os quais se atrofiam na ausência de independência prática.
O auditor deve manter a confidencialidade sobre os negócios da entidade auditada. O sigilo só pode ser quebrado quando autorizado formalmente pela Entidade ou em juízo.
A auditoria não deve considerar que a administração é...
tracking img