Fundamentalismo de heywood - resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1107 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CLÁUDIO FERREIRA DA SILVA – R.I. – H425

FUNDAMENTALISMO RELIGIOSO DE ANDREW HEYWOOD – RESUMO

Andrew Heywood explica que o termo fundamentalismo vem do latim fundamentum que significa a base , e começou a ser usado nos E.U.A no início do século XX entre 1.910 e 1.915 para designar cristãos evangélicos que publicaram uma série de panfletos intitulados Os Fundamentos e pregavam a crençaliteral nos textos contidos nas sagradas escrituras diante de interpretações modernas e viam isso como um retorno à crença original, e por isso essas pessoas passaram a ser conhecidas como fundamentalistas, embora muitas dessas pessoas rejeitem esse termo por ele está associado ao dogmatismo, inflexibilidade e autoritarismo, preferindo ser chamadas de “conservadores, tradicionalistas, evangélicosrevivalistas” e etc, ele continua a ser usado pelo fato de transmitir a ideia de um movimento ou projeto político-religioso, isto para os fundamentalistas religião e política estão diretamente ligados, entrelaçados, de modo que os princípios religiosos devem organizar a vida pública, incluindo as leis, a conduta social, a economia e política, sendo uns mais moderados como o fundamentalismo doscristãos e judeus e outros mais radicais como o fundamentalismo islâmico que tem por objetivo a instauração de um Estado Teocrático, onde religião e governo político são uma coisa só.
Embora o fundamentalismo pregue o retorno à essência da religião, para muitos observadores ele é visto como um fenômeno moderno, que ganhou força nas últimas décadas do século XX, surpreendendo àqueles que achavam quecom o avanço da modernização e da secularização, o pensamento materialista prevaleceria sobre a religião.
Conforme o fundamentalismo religioso crescia e ganhava força no século XX ele assumia cada vez mais um caráter político, um exemplo disso foi a Revolução Islâmica no Irã que derrubou o regime monárquico dos Xás e instaurou um Estado Teocrático naquele país, onde o governo político é regidopelos ensinamentos da religião islâmica e tem nos Aytolas seu líder espiritual máximo, como foi o Aytola khomeine que liderou o Irã logo após a revolução iraniana e que ditava as leis no governo, mas não foi só no mundo islâmico que o fundamentalismo ganhou forças, pois na década de 80 houve o crescimento de movimentos fundamentalistas cristãos nos E.U.A, a chamada nova direita cristã que com odecorrer dos anos elegeu políticos importantes pelo partido republicano como os ex-presidentes dos E.U.A. Ronald Reagan, George Bush e George W. Bush e também o ex- senador John Ascroft entre muitos outros, e também houve o crescimento de movimentos fundamentalistas na Índia como o hinduísmo e o siquismo, e o fundamentalismo judaico com os ultraortodoxos haredins que tentam impor suas normas nasociedade e os colonos da Cisjordânia que atacam mesquitas e propriedades privadas de seus vizinhos na palestina.
Segundo Ruthven (2004) o fundamentalismo é movido pela “busca de um sentido”, em um mundo de crescentes dúvidas e incertezas e segundo Samuel Huntington (1996) ele surge para preencher uma lacuna deixado pelo fim do conflito ideológico entre comunismo e capitalismo que dividiu o mundodurante quase todo o século XX , causando assim um choque de civilizações que é marcado pelo antagonismo e pelos conflitos gerados por profundas diferenças culturais, que tendem a aumentar ainda mais no decorrer do século XXI.
O fato é que esse choque de civilizações está caracterizado pelas grandes diferenças culturais, políticas e econômicas existentes entre Ocidente e Oriente que ficaramevidentes devido a três fatores: a secularização, o pós--colonialismo e a globalização.
Isto porque a ocupação exercida por países do ocidente como a Inglaterra na Índia, as intervenções militares dos E.U.A. e OTAN em países como o Iraque e Afeganistão entre outros, mais o modo de vida que é totalmente diferente, fizeram surgir entre os povos do oriente médio, em especial entre os povos...
tracking img