Funcionalismo - arquitetura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5435 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
AS LEIS DA ARQUITETURA NA PERSPECTIVA DE UM FÍSICO

Nikos Salingaros


Professor de Matemática, da Department of Applied Mathematics, University of Texas at San Antonio.


Palavras-chave: ordem estrutural, arquitetura, regras de desenho


Indice
1. Introdução
2. As regras da beleza e da ordem no passado
3. As três leis da Arquitetura
3.1. A ordem na pequena escala
3.2.A ordem na grande escala
3.3. A hierarquia natural das escalas
4. A classificação dos estilos arquitetônicos
5. A falta de naturalidade nos prédios contemporâneos
5.1. A base emocional da Arquitetura
5.2. A qualidade única da ordem estrutural
6. Conclusões
7. Referências





Resumo

Três leis de ordem arquitetônica são obtidos, por analogia, a partir deprincípios fundamentais da Física. Elas são aplicáveis tanto às estruturas naturais como àquelas criadas pelo homem. Elas foram utilizadas para construir edifícios que satisfizeram o conforto emocional e de beleza nos maiores prédios históricos do mundo. Estas leis estão de acordo com a Arquitetura clássica, bizantina, gótica, islâmica, oriental e Art-Nouveau, mas não de acordo com as formasarquitetônicas modernistas dos últimos 60 anos. Aparentemente, a Arquitetura modernista do século XX contradiz intencionalmente todas as outras formas arquitetônicas a partir da negação da ordem estrutural.


1. Introdução

A Arquitetura é a expressão e a aplicação da ordem geométrica. Poder-se-ia esperar que o objeto pudesse ser descrito por Matemática e Física, mas ele não é. Não há nenhumaformulação aceita sobre como a ordem é obtida em Arquitetura. Considerando que a Arquitetura, mais do que qualquer outra disciplina afeta a humanidade através do ambiente construído, nossa ignorância do real mecanismo é surpreendente. Nós nos concentramos no entendimento das estruturas naturais inanimadas e biológicas, mas não nos padrões sistemáticos refletidos em nossas próprias construções.Existem construções históricas que são universalmente admiradas como sendo as mais belas. (Seção 2). Estes incluem grandes templos religiosos do passado (1) e a riqueza cultural contida nas várias Arquiteturas nativas. (2,3) Ambas foram construídas segundo as mesmas regras básicas e essas regras podem ser deduzidas a partir das próprias estruturas. Esse conjunto de regras empíricas foi analisadoe coletado no livro “Pattern Language” de Alexander.(4)
As leis estruturais são a base da Física e da Biologia, e nós esperamos que leis similares funcionem para a Arquitetura também. Alexander propõe um conjunto de regras que governam a Arquitetura, baseado na hipótese de que a matéria obedece a uma ordenação complexa na escala macroscópica. Mesmo considerando que forças tais comoeletromagnetismo e gravidade sejam muito fracas para serem responsabilizadas por isso, os volumes e as superfícies aparentemente interagem de uma maneira que imita a interação microscópica das partículas. A Arquitetura pode assim, ser reduzida a um conjunto de regras que são próximas das leis da Física.
Usando analogias com a estrutura da matéria, três leis da ordem arquitetônica são postuladasaqui. (Seção 3). Elas são checadas em três diferentes caminhos:

(1) estarem em concordância com os mais reconhecidos prédios históricos
de todos os tempos(1);
(2) estarem em concordância com 15 propriedades abstraídas, por Alexander(5), de
criações arquitetônicas ao longo da história humana ;
(3) concordarem com formas físicas e biológicas.Este resultado representa uma aplicação, exitosa, da abordagem dos físicos a um problema altamente complexo e que havia, até agora, resistido à formulação científica.
As leis podem ser aplicadas para classificar estilos arquitetônicos de uma forma que não havia sido feita anteriormente. (Seção 4). Embora a maior parte da Arquitetura tradicional siga as três leis, os prédios modernistas...
tracking img