Função organização

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4822 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
LÁUDIO MAZZA DO NASCIMENTO
GILMAR SALGADO DOS SANTOS
HUMBERTO DE CARVALHO LUZ
JOCELINO VILL
KARINA BERNARDES
LOURIVAL LOPES DO NASCIMENTO
MARCIA LEILA RIBEIRO

RECUPERAÇÃO DE AREA DEGRADADA

Nota: Projeto para integralização das Práticas do Módulo II – Curso Tecnológico em Gestão Ambiental - Centro Universitário Leonardo da Vinci.Monitora: Maria Benedita Prim

PALHOÇA
2008
1. TEMA

O tema do presente estudo trata da educação ambiental nos cursos de licenciatura em pedagogia como base para o processo educacional a ser desenvolvido nas escolas.

2. PROBLEMATIZAÇÃO

O tema tratado (Manejo do solo e recomposição da vegetação com vistas a recuperação de áreas degradadas pelaabertura irregular da estrada da pedra branca). Por se tratar de uma Área de Preservação Permanente, que abrange todo o traçado da mesma, seguindo ate o cume do mirante.

3 OBJETIVOS

Essa pesquisa teve como objetivo geral estruturar uma alternativa curricular, permeada pela Educação Ambiental, nos cursos de licenciatura de Pedagogia de modo a refletir no Ensino Básico. Partiu da premissaque a Educação Ambiental , no espaço do ensino Básico pode transformar a prática educativa, promovendo uma consciência ambiental e consequentemente a melhoria da qualidade de vida para as futuras gerações.

2. JUSTIFICATIVA

3 METODOLOGIA

A metodologia empregada teve por base, extenso referencial teórico e construção de uma proposta de intervenção, realizada na Universidade do Estadodo Amazonas, nos cursos de licenciaturas da Escola Normal Superior, com criação de uma disciplina optativa intitulada “Temas Transversais no Ensino Básico”. Evidenciou que a Educação Ambiental nos cursos de licenciaturas poderá, a partir da convergência do Estágio Supervisionado das licenciaturas, permitir a prática da Transversalidade para o enfrentamento da problemática ambiental contemporânea.PLANO PARA RECUPERAÇÃO DE ÁREA DEGRADADA

Diretrizes Gerais

O Plano de Recuperação de Área Degradada - PRAD a ser apresentado constituir-se-á numa série de informações, levantamentos e/ou estudos, destinados a permitir a avaliação dos efeitos ambientais e a adequação das medidas a serem tomadas na recuperação de uma área degradada por uma abertura irregular de estrada.A elaboração do mesmo deverá ocorrer de forma ordenada e clara, procurando dar maior enfoque à área que sofrerão maior modificação ambiental, sempre delineado pela legislação ambiental vigente.

[pic]
Foto panorâmica de toda região em foco.
Fonte: Google Earth

4. HISTÓRICO DA LACALIDADE DA PEDRA BRANCA

Um surpreendente penhasco, localizado nas divisas dos municípios de SãoJosé e Palhoça, distante a 20 Km do centro de Florianópolis, atingindo uma altitude no seu cume de 350 m. Tendo seu mirante direcionado para o norte, permitindo que tenhamos uma visão panorâmica ate a linha do mar, parte no município de São José e parte do município de palhoça chegando em dias de boa visibilidade visualizar ate a ilha de Santa Catarina.

Parece brincadeira, mas não é. A lendada sombra se perpetua entre os alpinistas e entre todos aqueles que passam uma noite no local. Ela conta que existe uma espécie de bica no pé da pedra onde se escuta o cair das águas durante todo o tempo. Em determinada hora da noite, por cinco minutos, o barulho cessa. É chegada a hora da sombra beber água. Verdade ou não, o alpinista Émerson Maturama afirma: “Você tem que passar uma noite aquipara ver como é real.”

Se as histórias sobre o local são intrigantes, a origem do nome que batizou a pedra também não fica atrás. As explicações são divergentes. A mais simples diz respeito ao aspecto físico da rocha. Segundo alguns alpinistas, a grande quantidade de liquens, refletida pelos raios do sol, dá um tom esbranquiçado à pedra, razão pela qual é chamada Pedra Branca.

Outra...
tracking img