Fucus vesiculosos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3655 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1-INTRODUÇÃO:

O Fucus vesiculosus é uma alga da família Fucacea, com propriedades terapêuticas onde merece interesse farmacêutico industrial e alimentar. A mucilagem do Fucus vesiculosus, é constituída por Fucoidina, reconhecida como uma Fucosana mono-sulfatada capaz de originar soluções muito viscosas, (COSTA,2002).
Há muitos anos em todo o mundo, os produtos naturais estão sendo utilizadosna alimentação ou ainda com utilidade farmacológica. Porém os efeitos tóxicos desses produtos, não são completamente conhecidos.
O fucus esta presente abundantemente nas costas dos mares temperados e frios do hemisfério Norte e no Canal da Mancha. O talo fixa nas rochas por discos adesivos basilar provido de rizoídes é arrancado dos rochedos pelas marés cheias e de novo lançado sobre estes,(BRUNETON, 2001). O fucus é uma fonte de elementos que são absorvidos do seu ambiente, os quais são transferidos para o organismo humano pela alimentação. Por causa disto, o fucus é usado como complemento em dietas.
O fucus é recomendado para hipotiroidismo, obesidade e disfunções da tireóide. Também é usado em fitocosmética como anti-celulítico.
O fucus é uma alga marinha e deve ser usado comocoadjuvante nos tratamentos de obesidade, acelerando o metabolismo. Atua como diurético suave, age na função intestinal e pode ser usado também no tratamento das disfunções da tiróide.

2-CARACTERISTICAS:

Figura 1
O fucus é uma alga castanha, extremamente abundante nos rochedos das costas do Atlântico, pacífico e mar do Norte, onde a sua acumulação atinge 15-20cm de espessura. Atingindo atéum metro de comprimento, de talo achatado , foliáceo, regularmente dicotômico, com pequenas vesículas repletas de ar dispostas ordinariamente aos pares e servindo de flutuadores, sua adaptação ao meio marinho necessita de mais flexibilidade do que rigidez, exerce seus efeitos da mesma maneira que os vegetais terrestres,(BRUNETON, 2001). Onde no século XVIII era muito utilizada para o tratamento daasma e das doenças de pele, sendo seu uso abandonado no início do século XIX quando Curfois descobre o iodo em 1811. Plínio descreveu o fucus com o nome Quecus marina que era então utilizada para as dores das articulações.
Introduzida na medicina no século XVIII, algumas propriedades farmacológicas do Fucus já eram conhecidas pelos povos do mediterrâneo, mas não se conheciam as toxidades e nem aquantidade de iodo presente, o que fazia com que esta alga fosse utilizada em queimaduras. Por volta do século XIX, o talo passou a ser utilizado em dietas alimentares e tratamentos do trato gastro-intestinal, (TESKE, 1994)
O cultivo é se dá de forma natural nos mares, quando se agitam os conceptáculos, situados nas extremidades dos talos, liberam em muco avermelhado ou amarelado, osantirídeos, elementos masculinos, e as oosferas, elementos femininos : a fusão faz-se na água, ocorrendo germinação imediata.
3 - MORFOLOGIA:
3.1 - Propriedades organolépticas
O fucus se apresenta como uma alga, onde são utilizada a parte inteira da planta, de sabor salgado ou insípido, mucilaginoso, odor marinho característico, a sua cor pode variar segundo o processo de secagem utilizado. A drogaapresenta órgãos internos ou fragmentados, (BRUNETON,2001).
3.2 - Descrição macroscópica:
O fucus é uma alga que atinge 15-20cm de espessura e até um metro de comprimento, seus talos são achatado , foliáceo, regularmente dicotômico, com pequenas vesículas repletas de ar dispostas ordinariamente aos pares e servindo de flutuadores. Os talos esverdeados ou negros, às vezes com revestimentosbranqueados, é duro, mas quebradiço, mas amolece prontamente na água tornando-se mucilaginosos .

Figura 2 : Fucus Vesiculosus Frescos(www.horta.uac.pt/.../fucus_vesiculosus.htm)
3.3 - Descrição microscópica:
A farmacopéia brasileira em suas três edições identifica grande número de drogas vegetais exclusivamente, pela sua morfologia interna e anatomia,(OLIVEIRA,1998). Quando se agitam os...
tracking img