Freu vol 1

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 477 (119043 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A interpretação dos sonhos
(Primeira parte)

VOLUME IV
(1900)

DIE TRAUMDEUTUNG von Dr. SIGMUND FREUD -------------------------------FLECTERE SI NEQUEO SUPEROS, ACHERONTA MOVEBO. -------------------------------LEIPZIG UND WIEN. FRANZ DEUTICKE. 1900

---------------------------

INTRODUÇÃO

(2) BIBLIOGRAFIA (a) EDIÇÕES ALEMÃS: 1900 1909 1911 1914 1919 1921 1925 Die Traumdeutung.Leipzig e Viena: Franz Deuticke. Págs. iv + 2ª ed. (Ampliada e revista.) Mesmos editores. Págs. vii389. 3ª ed. (Ampliada e revista.) Mesmos editores. Págs. x + 418. 4ª ed. (Ampliada e revista.) Mesmos editores. Págs. x + 498. 5ª ed. (Ampliada e revista.) Mesmos editores. Págs. ix + 474. 6ª ed. (Reimpressões da 5ª ed., exceto pelo novo prefácio e 1922 Vol. II e parte do Vol. III de Freud, GesammelteSchriften. 7ª ed. pela e Pág. 375

bibliografia revista.) Págs. vii + 478 (Ampliada Verlag. revista.) Leipzig, Viena e Zurique: Internationaler 543 e 1-185. 1930 1942 8ª ed. (Ampliada e revista.) Leipzig e Viena: Franz Deuticke. Em volume Duplo II & III de Freud, Gesammelte Werke. xv e 1-642. Págs. x + 435. (Reimpressão da Psychoanalytischer

8ª ed.) Londes: Imago Publishing Co. Págs. (b)TRADUÇÕES INGLESAS: 1913 1915 1932

Por A. A. Brill. London: George Allen & Co.; Nova Ioque: The 2ª ed. Londess; George Allen & Unwin; Nova Ioque: The

Macmillan Macmillan

Co. Co.

Págs. xiii + 510. Págs. xii + 510. 3ª ed. (Completamente revista e em grande parte reescrita por vários & Unwin; Nova Ioque: The (Reimpressão da colaboradores não especificados.) London: George Allen Macmillan Co. Pág.600. 1938 Em The Basic Writings of Sigmund Freud. Págs. 181-549. 3ª e. com a omissão de quase todo o Capítulo I.) Nova Ioque: Random House.

A atual tradução para o inglês, inteiramente nova, é de James Strachey.

Na realidade, Die Traumdeutung apareceu pela primeira vez em 1899. Esse fato é mencionado por Freud no início de seu segundo artigo sobre Josef Popper (1932c): “Foi no inverno de1899 que meu livro sobre a interpretação dos sonhos (embora sua página de rosto estivesse pós-datada com o novo século) finalmente surgiu diante de mim”. Mas agora temos informações mais exatas por sua correspondência com Wilhelm Fliess (Freud, 1950a). Em sua carta de 5 de novembro de 1899 (Carta 123), Freud anuncia que “ontem, finalmente, o livro apareceu”; e pela carta precedente parece que opróprio Freud recebera de antemão dois exemplares, cerca de uma quinzena antes, um dos quais enviara a Fliess como presente de aniversário. A Interpretação dos Sonhos foi um dos dois livros - Três Ensaios sobre a Teoria da Sexualidade (1950d) foi o outro - que Freud manteve mais ou menos sistematicamente “atualizados” à medida que foram passando por suas edições sucessivas. Após a terceira edição dapresente obra, as alterações nela feitas não foram indicadas de maneira alguma, o que produziu um efeito algo confuso sobre o leitor das edições posteriores, visto que o novo material às vezes implicava um conhecimento de modificações dos pontos de vista de Freud que datam de épocas muito posteriores ao período em que o livro foi originalmente escrito. Numa tentativa de superar essa dificuldade, oseditores da primeira edição das obras completas de Freud (as Gesammelte Schriften) reimprimiram a primeira edição de A Interpretação dos Sonhos em sua forma original num só volume, e enfeixaram num segundo volume todo o material que fora acrescentado depois. Infelizmente, contudo, o trabalho não foi efetuado de modo muito sistemático, pois os próprios acréscimos não foram datados e, com isso,grande parte da vantagem do plano foi sacrificada. Nas edições subseqüentes, voltou-se ao antigo volume único e não diferenciado. O maior número de acréscimos versando sobre qualquer assunto isolado é constituído, sem dúvida, pelos que dizem respeito ao simbolismo nos sonhos. Freud explica, em sua “História do Movimento Psicanalítico” (1914d), bem como no início do Capítulo VI, Seção E (pág. [1])...
tracking img