Freebsd

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3867 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FREE BSD





































Processos

O FreeBSD é um sistema operacional multitarefa. Isso significa que ele cria um ambiente onde os recursos computacionais são divididos de forma à parecer que mais de um programa é executado ao mesmo tempo. Todo comando que você executar, iniciará ao menos um novo processo, e existem váriosprocessos do sistema que estão sempre em execução, mantendo a funcionalidade do ambiente como um todo.

Cada processo tem seu próprio espaço de endereço privado. O espaço de endereço é inicialmente dividido em três segmentos lógicos: texto, dados e pilha. O segmento do texto é somente leitura e contém as instruções de máquina de um programa. Os dados e os segmentos de pilha são lidos eescritos. O segmento de dados contém as porções de dados inicializados e não inicializado de um programa, enquanto o segmento de pilha contém o aplicativo de tempo de execução pilha. Na maioria das máquinas, o segmento de pilha é prorrogado automaticamente pelo kernel como o processo é executado. Um processo pode expandir ou contrair o seu segmento de dados, fazendo uma chamada de sistema, enquanto que umprocesso pode alterar o tamanho de seu segmento de texto somente quando os conteúdos do segmento são cobertas com os dados do sistema de arquivos, ou quando ocorre a depuração. O conteúdo inicial dos segmentos de um processo filho são duplicatas dos segmentos de um processo pai.

Cada processo é identificado de forma única com um número, que é chamado de PID, e, assim como os arquivos, cadaprocesso também tem um dono e grupo. As informações sobre dono e grupo são utilizadas com o intúito de determinar que arquivos e dispositivos o processo pode abrir, utilizando as permissões discutidas anteriormente. A maioria dos processos tem ainda um processo pai. O processo pai é o processo que o iniciou. Por exemplo, quando você digita um comando em uma shell, então essa shell é um processo,e todo comando executado é outro processo. Todo comando executado desta forma terá sua shell como o processo pai. A única excessão é um processo especial chamado de init(8). O init é sempre o primeiro processo do sistema, portanto seu PID é sempre 1. O init é executado automaticamente pelo kernel quando o FreeBSD é iniciado.


Dois comandos são particularmente úteis para verificar osprocessos ativos no sistema, o ps(1) e o top(1). O comando ps é usado para apresentar uma lista estática dos processos sendo executados no momento, e pode apresentar seu PID, quanta memória o processo está utilizando, a linha de comando que o iniciou, e assim por diante. O comando top apresenta todos os processos em execução, e atualiza a forma como os apresenta na tela a cada poucos segundos, deforma que você possa acompanhar o que o computador está fazendo.



Daemons e Sinais


Ao usar um editor, é fácil controla-lo, indicar que ele deve carregar arquivos, e assim por diante. Você pode fazê-lo, pois o editor oferece algumas opções para fazê-lo, e por que o editor é diretamente interligado a um terminal. Alguns programas não são projetados de forma a utilizar informaçõescontínuas do usuário, e assim ele se desconecta do terminal em sua primeira oportunidade. Por exemplo, um servidor HTTP passa o tempo todo respondendo requisições da rede, e normalmente ele não necessita intervenção alguma do usuário. Programas que transportam mensagens de correio de um local para outro, são outro exemplo dessa classe de aplicações.


Chamamos estes programas de daemons. Daemonssão personagens da mitologia Grega; não são bons, nem maus, eram apenas espíritos assistentes que, na maior parte do tempo, realizavam tarefas úteis para a humanidade. É por isso que a mascote do BSD há um bom tempo, é aquele daemon simpático que usa tênis e carrega um tridente.


Os programas que normalmente são executados como daemon, que é terminar o nome do programa com um BIND é...
tracking img