Fraudes contabeis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (474 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
“Nós que aqui estamos por vós esperamos”
Documentário brasileiro de 1998, dirigido por Marcelo Masagão.
Foi premiado no Festival de Gramado em 2000 por sua montagem,e no Festival doRecife como melhor filme, melhor roteiro e melhor montagem.
Tive o privilégio de assistir esse filme por indicação de um professor de filosofia, um filme que me chamou muito atenção.
É umdocumentário de 1999, feito por um brasileiro, e que já recebeu vários prêmios. O filme chama-se “Nós que aqui estamos por vós esperamos”. Fala sobre muitas das mudanças que o mundo veio sofrendo ao longo doséculo XX e que teve como resultado o rumo que a humanidade toma hoje.
O Filme começa com historias de grandes personagens, do mesmo modo que pequenos personagens e grandes histórias. É incrível quanto omais ínfimo dos mortais tem todo o valor e faz todo o sentido dentro de uma História que a todo o momento é reciclada. Dentro da História não se deve falar de criação, mas de construção. Vejo oshomens construindo o passado a cada segundo que transcorre. É uma volta ao mundo passando por guerras, dirigindo o olhar para a conseqüente banalização da vida e da morte. O filme me fez pensar muito sobrea morte. Não sei se pelas cenas base gravadas em um cemitério ou por terem sido colocadas datas de morte da maioria dos indivíduos cuja suas histórias eram contadas, a questão é que a morte foi umassunto muito presente no documentário.
O Documentário passou uma mensagem de como a morte é um mistério e nos leva a pensar no sentido da vida também, e como somos capazes de lidar com o inevitável eo imprevisível.
Aborda também a industrialização do mundo, relembra a construção e a queda do Muro de Berlim, a violenta Revolução Cultural na China dos anos 70, a extração em Serra Pelada, noBrasil; a quebra da Bolsa de Nova Iorque, em 1929, e o inevitável desemprego da população, a fome, a perda da dignidade e a inutilidade dos diplomas dos letrados da época.
O que mais me chocou foi a...
tracking img