Fraude no banco nacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1858 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

Neste trabalho será tratado sobre a Fraude do Banco Nacional, que pode ter sido a maior e mais duradoura farsa da história financeira do país.
Uma instituição financeira que passava por dificuldades devido a má administração, mas que vinha a muitos anos fraudando seus demonstrativos contábeis afim de se manter no mercado as custas de informações fraudulentas, enganando acionistase clientes.
Será relatado como essas fraudes foram executadas por pessoas que tinham o dever de proteger ao invés de adulterar essas informações.

2 FRAUDE NO BANCO NACIONAL

O Banco Nacional foi uma instituição financeira brasileira fundada por Francisco Moreira e pelo ex-governador de Minas Gerais José de Magalhães Pinto. Aparentemente uma instituição séria e rentável, que vinha emcrescimento constante, conquistando cada vez mais clientes e concedendo cada vez mais créditos altos, o que dava a impressão de ser sólida e confiável. O Banco tentava manter-se na mídia, patrocinava pilotos de Formula 1 e Jornais de televisão, passando uma imagem de credibilidade, porém tudo não passava de uma fraude.
Em novembro de 1995, o Nacional foi vendido ao Unibanco, por alegarem dificuldadesfinanceiras no fim de 1994, desde então os técnicos do Banco Central começaram a investigar as contas do banco que foi da família Magalhães Pinto, e descobriram que o Nacional já estava quebrado desde 1986 e que havia sobrevivido os últimos dez anos como um bom banco, porque sua diretoria e seus controladores, os irmãos Marcos e Eduardo Magalhães Pinto, mentiram para o Banco Central, para osacionistas minoritários, para os clientes e para os outros bancos que lhes emprestavam dinheiro de vez em quando, pois todos os balanços da ultima década foram adulterados e fraudados para encobrir que a instituição estava falida, e não tinha dinheiro para pagar suas dividas. Essa pode ter sido a maior e mais duradoura farsa da história financeira do país.
Desde a venda do Nacional, Marcos deMagalhães Pinto, o ex-presidente do ex-Nacional, filho do fundador do banco, José de Magalhães Pinto, ficou deprimido e se consolava dizendo que ninguém poderia chama-los de ladrões, e que não precisavam se esconder. Isso poderia mudar se ficasse provado que ele e seu irmão Eduardo, que presidia o conselho de administração, sabiam das fraudes e se calaram, segundo funcionários do Banco Central, de acordocom os cargos que ambos ocupavam, seria quase impossível que não soubessem de uma fraude de tal tamanho.
O Banco Nacional estava quebrado desde 1986, por má administração, empréstimos com finalidade política e compra de bancos ruins, afinal seu dono era José de Magalhães Pinto, político que governou Minas Gerais, foi chefe civil da revolução de 1964 e cumpriu vários mandatos parlamentares.Confundia o banco com sua carreira política. Nessa época o patrimônio do Nacional já estava arruinado, só cobria metade dos débitos do banco. Quando isso ocorre Banco Central liquida o banco, vende os bens de seus donos e administradores para pagar os credores, porém a família ocultou a quebra para não perderem seus prédios, carros de luxo, fazendas e o próprio Banco Nacional, para manter suas fortunas,resolveram enganar todo mundo, foi aí que as fraudes começaram.
Os irmãos Marcos e Eduardo Magalhães Pinto, trouxeram um gerente do Nacional do interior mineiro para cuidar da parte técnica da tarefa. Esse gerente, Clarimundo Sant’Anna, começou a manipular os números, ele escolheu um grupo de 642 contas correntes que pertenciam a pequenos clientes que haviam tomado empréstimos do Nacional enunca pagaram e em vez de cobrá-los, começou a dar empréstimos milionários, não havia dinheiro nas transações e os donos das contas nem ficavam sabendo dos empréstimos.
Nos balanços do Nacional, no entanto, esses números passaram a mostrar ao público que o banco tinha créditos bons e em grande volume a receber.
Tudo começou com um valor de 600 milhões a dez anos e como continuou funcionando,...
tracking img