Francis bacon

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (290 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Edward Bacon, pai de Francis e que se dizia descendente do filósofo elizabetano homônimo de seu filho - era treinador de cavalos de corrida. Homem de modos rudes, intolerante,ditatorial e preconceituoso.

Além de não admitir a debilidade do segundo dos cinco filhos e seu mau desempenho escolar, aplicava-lhe chicotadas durante as crises de asma, por achar que setratava de "doença não-masculina". Francis (f) desenvolveu um comportamento de oposição à absurda postura paterna. Provável que sua rebeldia interior tenha se originado ali, ao "abortar" ascrises de asma.

Uma postura presente na fixação por rostos deformados e corpos desfeitos, pedofilia, dissecação forense, homoerotismo, fuídos e dejetos corporais.

O meninoasmático e alérgico a vários alimentos cresceu, desconheceu qualquer limite de censura na idade adulta e acabou considerado o mais famoso pintor inglês do século XX e o mais bem sucedido emtermos financeiros.

Ao reproduzir a Europa traumatizada pelas guerras do século passado, a pintura de Francis Bacon marcou a fascinação pelo masoquismo e as formas como este fetichepode ser representado.

A tentação mora em casa

Nascido em 28/10/1909 em Dublin, Irlanda, foi testemunha da vida familiar conturbada pela guerra civil irlandesa, conflito no qual osingleses eram considerados inimigos.

Numa entrevista, já maduro, admitiu que esta experiência foi o início de sua fascinação pela violência.

Aos 16 anos, depois de ter sidosurpreendido diante de um espelho vestindo a lingerie materna , foi "convidado" a sair de casa pelo pai, que patrocinou a mudança.
Acompanhado por um tio, considerado modelo de virilidade,que tinha como missão mudar a cabeçal do sobrinho. Na viagem por toda a Europa, com suas mochilas nas costas, Francis descobriu que o tio era mesmo uma pessoa sexualmente muito ativa.
tracking img