FRANCA Fabiana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3556 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
Mudanças dos hábitos alimentares provocados pela industrialização e o impacto
sobre a saúde do brasileiro
FRANÇA, F.C.O1.; MENDES, A.C.R. 2; ANDRADE, I.S1.; RIBEIRO, G.S1.; PINHEIRO, I.B1.
1

Bacharelandas em Nutrição – UNEB; 2Professora assistente - UNEB.

Resumo: Os hábitos do brasileiro têm sido redefinidos a partir do surgimento da indústria
alimentar e marcados pelo consumo excessivo deprodutos processados, em detrimento de produtos
regionais com tradição cultural, principalmente nos grandes centros urbanos, onde o fast food
predomina, tendo como contrapartida, o movimento slow food, que conjuga prazer e regionalidade
no hábito alimentar. Esta revisão tem como objetivo retratar o histórico da alimentação no Brasil,
identificando e avaliando o impacto das mudanças alimentaresprovocadas pelo binômio
urbanização/industrialização sobre a saúde da população brasileira. Nesse contexto, o aumento da
alimentação fora de casa e a preferência por compra de alimentos em supermercados, são fatores
que favorecem a diversificação de gêneros e o conseqüente aumento no consumo de alimentos
industrializados. Além disso, a publicidade e a ideologia consumistas ganham importância,
favorecendoa formação de novos hábitos alimentares e influenciando as escolhas dos
consumidores. A transição nutricional pela qual a sociedade tem passado é caracterizada por uma
dieta extremamente calórica, rica em açúcares e gorduras, e insatisfatória quanto ao aporte
nutricional. O surgimento e/ou agravamento de patologias como desnutrição, dislipidemias,
obesidade e outras doenças crônicas nãotransmissíveis estão intimamente ligadas a tais mudanças
na alimentação do indivíduo. Cabe ao profissional nutricionista desenvolver estratégias de
educação nutricional, visando desenvolver hábitos alimentares saudáveis e promover melhora na
saúde e qualidade de vida da população.
Palavras-chave: Hábito alimentar. Urbanização. Transição nutricional. Saúde. Slow food. Fast
food.
1 INTRODUÇÃO
A alimentação éuma necessidade fisiológica básica, um direito humano e um ato sujeito a
tabus culturais, crenças e diferenças no âmbito social, étnico, filosófico, religioso e regional. O ato
de alimentar-se incorpora tanto a satisfação das necessidades do organismo quanto se configura
como uma forma de agregar pessoas e unir costumes, representado assim um ótimo método de
socialização. Mezomo (2002) definehábitos alimentares como os atos concebidos pelos indivíduos
em que há seleção, utilização e consumo de alimentos disponíveis.
Nas últimas décadas, foi possível observar mudanças nos hábitos alimentares em diversos
países, o que reflete a complexidade dos modelos de consumo e dos fatores que os determinam
(PINHEIRO, 2001). Tais mudanças afetam a qualidade dos alimentos produzidos e
industrializados. Natentativa de adequar a alimentação ao ritmo acelerado do dia-a-dia, as escolhas
e os hábitos de consumo passaram a apontar para alimentos mais condizentes com o novo estilo de
vida, fazendo com que fossem incorporados hábitos rápidos e práticos. Estes muitas vezes são
menos satisfatórios ao paladar e possuem aporte nutritivo menor do que no padrão anterior, no qual
se prezava por hábitos naturaise mais saudáveis de alimentação (ABREU et al, 2001; FLANDRIN
& MONTANARI, 1996; SOUZA & HARDT, 2002; OLIVEIRA, 1997).
Na contemporaneidade, a alimentação é caracterizada pelo estilo de vida moderno, marcada
pela escassez de tempo para preparo e consumo de alimentos, o que leva à emergência de alimentos
do tipo fast food, que emprega técnicas de conservação e preparo, agregando tempo e trabalho.Em
contrapartida, uma parte da população desperta para os aspectos da saúde, optando por uma

Anais do I Seminário Alimentação e Cultura na Bahia

1

alimentação do tipo slow food, prezando pela escolha dos alimentos e pela qualidade das
preparações (CAMPOS, 2004).
Devido às intensas transformações pelas quais os hábitos alimentares da população brasileira
têm passado nos últimos 10 anos, em...
tracking img