Fracionamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1621 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO GRANDE ABC

SISTEMAS DE FABRICAÇÃO: O NOVO E O VELHO

Engenharia de Produção Mecânica - 8NA
Disciplina: Projeto do Produto e da Fábrica II
Professor – Luis Marcos Gaboardi

UNIABC
2012
Participantes:
Ricardo Marques Bazani – RA 21008223
Robson Nogueron – RA 22290834
Leandro Brosamle – RA 28494209
Rafael Boscolo – RA 26490958
ThiagoMedeiros Torres – RA 30000556
José Maciel – RA 29000237

“ Nos sistemas de fabricação, como na vida, o tempo correto é tudo ”
J. T. Black

Sumário
1 Introdução.....................................................................................................................5
2 Otimização dos sistemas de manufatura.......................................................................6
3Evolução da estrutura funcional....................................................................................6
4 Definindo sistemas........................................................................................................7
5 Sistemas de manufatura (fabris) versus sistemas de produção....................................7
6 Classificação dos perfis dos sistemas demanufatura....................................................8
7 Referências bibliográficas..............................................................................................9

1 INTRODUÇÃO
Mudanças significativas estão acontecendo no projeto de sistemas de manufatura, motivadas pelas seguintes tendências:
* O aumento do número e variedade de produtos continuará, resultando numa queda dequantidade (tamanho do lote) conforme a variedade aumente.
* Solicitações para menores tolerâncias (mais exatidão e precisão produzindo melhor qualidade) continuarão a aumentar.
* O aumento na variedade de materiais, materiais complexos, com propriedades extremamente diversas causará posterior proliferação no número de processos de fabricação.
* O custo dos materiais, incluindomovimentação de materiais e energia, continuará a ser parte principal do custo total do produto, e a mão-de-obra direta representará apenas de 5 a 10% do total e continuará a diminuir.
* A confiabilidade do produto aumentará em resposta ao número excessivo de ações de responsabilidade pelos produtos.
* O tempo entre a concepção do projeto e o produto fabricado será reduzido através dos esforços deengenharia simultânea.
* Mercados globais serão alimentados por produtos globais.
Estas tendências requerem os seguintes tipos de respostas em termos de sistemas de manufatura:
* Melhorias contínuas de produtos significam reestruturação e melhorias contínuas nos sistemas de manufatura.
* O sistema deve ser capaz de produzir com qualidade superior com custo (unitário) reduzido e entregano prazo em resposta às demandas dos clientes.
* O sistema deve ser projetado para ser flexível e compreensível (mais simples e mais focado), e também mais confiável.
O reconhecimento de que células de manufatura e de montagem são o primeiro passo para converter um sistema para o JIT, é crítico. Muitas companhias norte-americanas ainda agarram-se a sistemas de fabricação anti-econômicos (commuitos estoques de segurança) que dependem de grandes estoques de peças e de estoques em processo, para que itens defeituosos sejam substituídos e consideráveis áreas de retrabalho recuperem defeitos dia após dia.

2 OTIMIZAÇÃO DOS SISTEMAS DE MANUFATURA
Em geral, um sistema de manufatura deveria ser um conjunto integrado, composto de subsistemas integrados, cada um interagindo como sistemainterno. O sistema terá um número de objetivos, e suas operações devem otimizar o todo. Otimizar partes do sistema (isto é, os processos ou sub-sistemas) não otimiza o sistema inteiro.
A operação diária do sistema requer coleta de informações e comunicação com processos de tomadas de decisão integrados ao sistema de manufatura. As decisões do que está para ser feito, quando, onde e como será...
tracking img