Fracasso escolar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3313 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O FRACASSO ESCOLAR COMO OBJETO DE ESTUDO

Resumo: Este artigo nos apresenta uma análise das concepções em relação ao fracasso escolar a partir de uma investigação de cunho exploratório através de uma observação de caso de fracasso escolar. Estudou-se as necessidades de um aluno, de como a professora da instituição define seu trabalho, que recursos usa para desempenhá-lo e qual o grau deenvolvimento com seus alunos. Só prestando atenção nestes contextos é que se compreende os mecanismos que permeia o fracasso escolar.
Ao resgatar a história de uma criança multi-repetente em uma escola pública de Joinville- SC, procuramos entender a razão do seu fracasso escolar. Houve a necessidade de fazer o percurso inverso do histórico escolar da criança para buscarmos informações referentes aosanos estudados anteriormente. O processo foi de entender o presente recuando ao passado. Portanto, o objetivo é uma investigação de cunho exploratório² com a intenção de observar as concepções do péssimo desempenho escolar de uma criança, do sexo masculino, com 12 anos de idade e 7 meses, que chamaremos de G. M.Temos por base o livro de Patto "A Produção do Fracasso Escolar: história de submissão erebeldia" o qual busca uma reconstrução histórica das idéias presentes na Psicologia. Importante para compreensão do modo escolar atual precisa-se ter uma visão clara da estrutura escolar ao longo da história. Assim, Patto retoma a história brasileira para fazer a compreensão da produção do fracasso escolar de um sistema de ensino que tinha uma lógica desde muitos anos atrás que não pode serdeixada de lado para entendermos a realidade educacional dos dias atuais. Não existe crítica sem história, e, fazendo uma retomada nos marcos da história visamos um sistema de ensino que tem concepções lineares ao longo do tempo.Na transição de produção feudal para o capitalismo surge um novo estilo de homem, um homem livre, assalariado e especializado em uma produção.O mercado controla esse mesmo homeme o poder especializado ocupado pelos "mal nascidos" que, antes produtores independentes, passam a ser sujeitos dentro de uma divisão social entre os capitalistas e os proletariados. Toda essa mudança ocorrida nas relações de produção visou libertar o homem do jugo do feudalismo e torná-lo livre para vender sua força de trabalho. Essa transformação, o advento da mais-valia, a transformação dotrabalho em mercadoria, tem decorrências profundas na sociedade humana e, também, no comportamento humano, que, obviamente estiveram dialeticamente relacionadas.A mão de obra especificada, com novos horários e ritmos de trabalho e novas condições e maneiras de produção não privilegiava a visão de estudo, escolarização mas apenas aprender a sua habilidade específica. Assim, a escola aos poucos vaiadquirindo significados diferentes para diferentes classes sociais a partir dos lugares que ocupavam em seus trabalhos, criando também uma idéia a respeito das diferenças de rendimento escolar entre alunos surgindo as desigualdades e diferenças dentro da mesma escola entre os sujeitos.Nessa perspectiva, o fracasso escolar passa a ser explicado pela existência de diferenças individuais na capacidadede aprendizagem das crianças.Patto (1990) faz a seguinte afirmação: "E o fato de os novos homens bem-sucedidos o serem aparentemente por habilidades e mérito pessoal – já que não o eram por privilégios adquiridos do nascimento – confirmava uma visão de mundo na qual o sucesso dependia fundamentalmente do indivíduo".A psicologia diferencial entra com o auge da ciência em uma teoria que tem um modode investigar as diferenças individuais, suas causas, conseqüências entre grupos e desde o início dedica-se aos estudos do que pode ser mensurável, observável dentro de um laboratório científico e comprovado. Portanto, a determinação hereditária dos sujeitos necessitava também de investigação e comprovação, não considerando os instrumentos sociais e históricos dos mesmos.Patto postula que a...
tracking img