Fotossinteses

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2143 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

A fotossíntese é um processo complexo cujo conhecimento tem constituído um desafio para muitos investigadores desde há séculos. Nas primeiras décadas do século XX já era possível estabelecer a equação global da fotossíntese.

No entanto, foi apenas a partir da década de 30 que, pouco a pouco, se conseguiram esclarecer certos problemas essenciais para a compreensão doprocesso fotossintético.

A fotossíntese é um processo do anabolismo, em que a planta acumula energia a partir da luz para uso no seu metabolismo, formando o ATP (adenosina tri-fosfato) a base energética das células dos organismos vivos.


A fotossíntese inicia a maior parte das cadeias alimentares na Terra. Sem ela, os animais (e outros organismos heterotróficos) seriam incapazesde sobreviver porque a base da sua alimentação está sempre nas substâncias orgânicas proporcionadas pelas plantas verdes.






























Desenvolvimento

A fotossíntese é o processo através do qual as plantas convertem a energia da luz em energia química, transformando o dióxido de carbono (CO2), a água (H2O) e sais minerais (retirados do soloatravés da raiz da planta), em compostos orgânicos e oxigénio gasoso (O2). A luz do sol é absorvida pelas folhas das plantas através da clorofila, substância que lhes dá a característica cor verde.

Através deste processo (fotossíntese) as plantas produzem o seu próprio alimento, constituído essencialmente por açúcares como a glicose. Aos organismos que produzem o seu próprio alimento,dá-se o nome de autotróficos. Note-se que existem para além das plantas, alguns outros organismos capazes de produzirem a fotossíntese, nomeadamente algumas bactérias e microalgas.

A equação simplificada do processo é a formação de glicose: 6H2O + 6CO2 → 6O2 +C6H12O6. Já a equação não simplificada do processo é: 12H2O + 6CO2 → 6O2 +C6H12O6 + 6H2O.

A água e o CO2 são poucoenergéticos, enquanto que os carboidratos formados são altamente energéticos. Portanto a fotossíntese transforma energia da radiação solar em energia química.
Através da fotossíntese as plantas produzem oxigénio e carboidratos a partir do gás carbónico. Na respiração ela consome oxigénio e libera gás carbónico no ambiente, entretanto em condições normais, a taxa de fotossíntese é cerca de 30 vezesmaior que a respiração na mesma planta, podendo ocorrer momentos em que ambas serão equivalentes.
Estrutura do cloroplasto
A fotossíntese ocorre em organelas chamadas cloroplastos que se localizam principalmente no mesofilo foliar.
Envelope: Membrana dupla de revestimento do cloroplasto;

Estroma: Matriz fluida, que contém várias estruturas membranosas, chamadas grana;

Grana: Estruturascom várias camadas membranosas, em forma de discos;

Lamelas: Conjunto de canais membranosos que interligam os grana.

Tilacóides: Discos membranosos que formam o granum, e encontram-se empilhados.

A conversão de radiação solar em energia química ocorre nas lamelas e nos grana, com a participação de pigmentos fotossintéticos. No estroma ocorre a produção de carboidratos, aminoácidos,etc. e fixação do CO2.
Os pigmentos relacionados à fotossíntese são as clorofilas e os carotenóides. As clorofilas possuem coloração verde-azulada e os carotenóides têm cor alaranjada mas normalmente são mascarados pelo verde da clorofila. Existem dois tipos de clorofila: a e b. A clorofila “a” ocorre em todos os organismos clorofilados, possui cor verde-azulada e absorve luz na regiãopróxima ao azul e ao violeta.
A clorofila “b” é considerada um pigmento acessório, juntamente com os carotenóides e possui cor verde. As plantas de sombra possuem maior quantidade de clorofila “b” em relação à “a”. A clorofila “b” não faz conversão de energia, após absorver luz, transfere para a clorofila “a” a energia captada do fóton para que ela faça a conversão.

Organização dos...
tracking img