Formas farmaceuticas secas:comprimidos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2666 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Marcos José Galis

Formas Farmacêuticas Secas: Comprimidos

Poli-Network
Sumaré/2012

Marcos José Galis

Formas Farmacêuticas Secas: Comprimidos

Projeto da Metodologia do Trabalho Cientifico a ser realizado na área de Mecatrônica, como requisito legal para obtenção do Certificado de técnico em Mecatrônica, da Poli-Network de Sumaré, sob orientação do Prof. Rodrigo Lopes.Poli-Network
Sumaré/2012

_______________________________________________
Marcos José Galis

_______________________________________________
Professor

SUMARIO

1- INTRODUÇÃO 5
2- RESUMO 6
3- VANTAGENS DA PRODUÇÃO DE FORMAS FARMACEUTICAS SECAS: COMPRIMIDOS 7
4-CONTROLE DE QUALIDADE 8
4.1CONCEITO 8
4.2OBJETIVO 8
5-PCP – PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO OU PPCP- PLANEJAMENTO,PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DE PRODUÇÃO. 9
6-MANIPULAÇÃO OU GRANULAÇÃO 11
7-COMPRESSÃO 14
8-REVESTIMENTO 15
9-SETUP 17
9.1ORIGEM 17
9.2CONCEITO 17
9.3PPCP ou PCP e o SETUP 17
9.4TROCAS DE FERRAMENTAL 18
10-ACONDICIONAMENTO 22
CONCLUSÃO 25
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 26

1- INTRODUÇÃO
As formas orais sólidas são as mais utilizadas pela sua facilidade de administração e transporte,além de proporcionarem maior estabilidade, se comparadas às líquidas ou semi-sólidas. Dentre os sólidos orais, os comprimidos destacam-se por apresentarem processo de fabricação relativamente fácil, com alta produtividade e baixo custo. A compressão direta é o método preferencial para a produção de comprimidos, pois economiza tempo e energia, é ambientalmente menos agressiva e reduz investimentos emequipamentos e na estrutura da área de produção, por requerer menor número de etapas no processamento que os métodos tradicionais de granulação. A principal limitação para a aplicação desse processo é a baixa capacidade de compactação dos fármacos que requerem altas concentrações para obtenção do efeito terapêutico.

2- RESUMO

A produção de um medicamento envolve diversos setores e váriasetapas dentro de uma indústria Farmacêutica. Dentre eles temos alguns em destaques como:
-Controle de qualidade: visa manter a qualidade.
-Manipulação: mistura dos fármacos.
-Compressão: comprimir a mistura dos fármacos.
-Revestimento: técnica de cobrir o comprimido.
-Setup: tempo de maquina parada para troca de ferramental do final do lote anterior até o inicio do próximo lote.-Acondicionamento: etapa de embalagem dos comprimidos em blisters e os mesmos em cartuchos com bulas.
-Pcp: planejamento.
Para a indústria iniciar a produção de um medicamento, é preciso credenciar os fornecedores de insumos, que em sua maioria estão concentrados principalmente na Ásia e Europa. A matéria prima, assim que chega ao parque industrial Farmacêutico, é enviada para o estoque de insumos. Nesseponto, ela passa pela primeira vez pelo controle de qualidade, momento que são realizados vários testes para que seja mantido o alto padrão que a indústria utiliza em seus medicamentos. Dá-se então o inicio de processo de fabricação.

3- VANTAGENS DA PRODUÇÃO DE FORMAS FARMACEUTICAS SECAS: COMPRIMIDOS

* A administração de medicamentos via oral é a forma mais utilizada e a classepreferida;
* Comprimidos apresentam precisão de dosagem unitária contribuindo para uma melhor eficácia do tratamento;
* Ocupam menor espaço se comparado com formas farmacêuticas líquidas, apresentando vantagens em custo de espaço de armazenagem e transporte;
* Possibilita mascarar o sabor de medicamentos, facilitando a aceitação pelo paciente;
* Maior estabilidade química e físicalevando a prazos de validade maiores;
* Menor risco de contaminação microbiana em função de características de formulação;
* Liberação controlada otimizam tratamentos.

4-CONTROLE DE QUALIDADE

4.1CONCEITO
Conjunto de medidas destinadas a verificar a qualidade de cada lote de medicamentos e demais produtos abrangidos por este Regulamento, para que satisfaçam às normas de atividade,...
tracking img