Formac'ao profissional docente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6591 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A FORMAÇÃO PROFISSIONAL E A PRÁTICA DOCENTE







RESUMO: O presente artigo busca destacar a importância dos saberes oriundos da prática, que integram as propostas atuais de formação e a pluralidade de saberes necessários a essa prática em contextos como os do cotidiano escolar. Considerações serão realizadas acerca do professor reflexivo, e, para tanto, serão salientadas as principaisconclusões e sugestões de estudos sobre a prática reflexiva, a qual é aqui entendida como a reflexão sobre o conhecimento produzido, quando o profissional trata de explicar a si mesmo os saberes que estão implícitos em sua ação.



INTRODUÇÃO

O interesse por pesquisas voltadas à Formação de Professores tem direcionado a atenção de muitos e obtido destaque naliteratura nacional, seja em livros, periódicos, dissertação e tese, seja, por exemplo, nos trabalhos apresentados nas Reuniões Anuais realizadas pela Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd), a qual, enquanto sociedade civil, busca o desenvolvimento e a consolidação do ensino de pós-graduação e da pesquisa na área da Educação no Brasil, e,para tanto, procura contribuir para a divulgação de informações, opiniões, comentários, análises e inovações nessa área.

Ao caracterizarem a investigação pedagógica, Bogdan e Biklen (1994) destacam que, freqüentemente, o investigador utiliza a abordagem qualitativa para otimizar aquilo que faz. Apesar de não considerarem os tipos de investigação aplicada como mutuamenteindependentes, os autores distinguem-na em: investigação qualitativa aplicada: investigação avaliativa e decisória, investigação pedagógica e investigação-ação (p. 266). Para esses autores, cada tipo apresentado possui relações diferentes com o processo de mudança e é utilizado por pessoas e situações diferentes. Este trabalho, por suas características, se enquadra como investigação pedagógica, pois apesquisadora é uma praticante (professora), que pretende utilizar a abordagem qualitativa para otimizar o que faz. Os beneficiados das possíveis mudanças oriundas desta pesquisa deverão ser outros alunos em formação e a própria pesquisadora, na medida em que lhe possibilitou reflexões sobre sua prática profissional.

Por vivermos num contexto de profundastransformações culturais, epistemológicas, ideológicas, sociais e profissionais, estruturante de revoluções nos diversos campos de conhecimento, de informação e de tecnologia, porém responsável por educar as novas gerações, a preocupação com os processos formais e não formais pelos quais os professores aprendem a ensinar continuam sendo relevantes.

A produção acadêmica(pesquisas, artigos, dissertações e teses) vem ressaltando a urgência quanto à reformulação da configuração atual de oferta de Cursos de Formação de Professores, como a que ocorre em Cursos de Pedagogia. De modo geral, as pesquisas vêm ressaltando a importância de se considerar a prática pedagógica do professor, visto que em sua trajetória, constrói e reconstrói seus conhecimentosconforme a necessidade de utilização dos mesmos, suas experiências, seus percursos formativos e profissionais (NUNES, 2001, p.21).

Contudo, a atual configuração dos cursos de formação de professores deixa a desejar por diversos motivos. Nóvoa (2001), por exemplo, ao analisar as dificuldades de os professores colocarem em prática as concepções e modelos inovadores,indica como razão principal o fechamento das instituições de formação em si mesmas, seja devido a um academicismo excessivo, seja a um empirismo tradicional. O autor assinala que, apesar de o equilíbrio entre a inovação e a tradição constituir-se em uma tarefa difícil, é necessário o combate à reprodução de práticas de ensino, porque, freqüentemente, esse tipo de prática não...
tracking img