Formaçao e espançao dos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3501 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

O nosso trabalho falará sobre a Maior Potência do Mundo: o EUA. Daremos detalhes de como ele se formou e se expandiu, falando sobre as guerras, as revoltas, as conquistas e as pessoas e atos que ficaram marcados na história dessa potência. Como foram criada as 13 colônias e quais eram. A criação de leis de estado e a reação dos colonos sobre elas.

Formação e expansão dos EstadosUnidos

A nação mais rica e poderosa do planeta iniciou o século XXI sob a maior onda de antiamericanismo já vista. Esse sentimento se acentuou com a vitória do Partido Republicano em 2000, numa eleição marcada por uma série de desconfianças quanto à apuração dos votos no estado da Flórida.
Mesmo depois de terem sofrido o atentado de 11 de setembro de 2001, a antipatia aos norte-americanoscresceu, sobretudo em razão das intervenções militares no Afeganistão, iniciada em 2002, e no Iraque, principiada em 2003. A oposição acusou o governo Bush de fazer guerras para fabricantes de armamentos lucrarem e para estender o domínio das grandes empresas sobre as riquezas naturais, especialmente o petróleo.
O “perigo islâmico”, o medo do terrorismo e a insegurança da nação têm sido usados,segundo o pensador americano Noam Chomsky, para justificar a extinção de liberdades e direitos pessoais.
Os xerifes (chefes de polícia), juízes, promotores públicos e até diretores de escolas são eleitos diretamente. Até o 11 de setembro, a liberdade de ir e vir era sagrada e nenhuma pessoa era obrigada a andar com documentos.
Após o ataque, foram criados nos Estados Unidos tribunais sigilosos parajulgar acusados de terrorismo. Essa é uma das violações aos direitos civis permitidas pela lei votada em outubro de 2001, o Patriotic Act. Segundo essa legislação, qualquer pessoa pode ser presa ou ter sua casa invadida pela policia sem mandado judicial.

Formação das 13 colônias
Coube à Inglaterra, no século 17, a colonização da costa litorânea atlântica do atual território dos Estados Unidos.A formação das 13 colônias inglesas da América processou-se de forma bastante diferente dos interesses ibéricos que visavam, primordialmente, à exploração de riquezas naturais para o abastecimento de seus mercados.
As treze colônias eram:
• As Colônias do Norte ou Nova Inglaterra
o Província de New Hampshire mais tarde o estado de New Hampshire
o Província da Baía de Massachusetts mais tardeos estados de Massachusetts e Maine
o Colônia de Rhode Island mais tarde o estado de Rhode Island
o Colônia de Connecticut mais tarde o estado de Connecticut
• As Colônias Centrais
o Província de Nova Iorque mais tarde os estados de Nova Iorque e Vermont [1]
o Província de Nova Jérsei mais tarde o estado de Nova Jérsei
o Província de Pensilvânia mais tarde o estado de Pensilvânia
oColônia de Delaware mais tarde o estado de Delaware
• As Colônias do Sul
o Província de Maryland mais tarde o estado de Maryland
o Colônia e Domínio da Virgínia mais tarde os estados de Virgínia, Kentucky e Virgínia do Oeste
o Província da Carolina do Norte mais tarde os estados de Carolina do Norte e Tennessee
o Província da Carolina do Sul mais tarde o estado de Carolina do Sul
o Província daGeórgia mais tarde o estado de Geórgia
A conturbada situação política e religiosa da Inglaterra nesse período, marcada por violentas perseguições, provocou a fuga de dissidentes puritanos que buscavam na América uma nova atmosfera e uma oportunidade de enriquecimento. Assim, fundaram no norte dos EUA a Nova Inglaterra.
Criou-se ali uma cultura de subsistência, baseada na pequena propriedade, usandomão-de-obra livre e assalariada. Já a colonização do sul, propícia para a produção de gêneros tropicais, deu-se em bases mercantilistas, buscando atender às necessidades da metrópole caracterizada. No sul, prevaleceram o latifúndio, a monocultura e o trabalho escravo.
Apesar das diferenças entre as colônias do norte e do sul, as 13 colônias tinham certa dose de autonomia, com governadores...
tracking img