Formação social econômica e política do brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6158 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP


DESAFIO DE APRENDIZAGEM

Formação Social Economica e politica

INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como objetivo sintetizar uma linha na formação social, econômica e política do Brasil, fazendo uma co-relação desde os primórdios do descobrimento do Brasil até os dias de hoje. Buscando no passado uma melhor compreensão da sociedade brasileira.Na etapa 1 discutiremos sobre o tema do descobrimento do Brasil, a forma como isso aconteceu, a relação dos índios e os português, e o contexto em que hoje vivem os índios;
Na etapa 2 abordaremos sobre a escravidão e como o período do Império nos influência até os dias de hoje quanto esta relação social entre brancos e negros;
Na etapa 3 falaremos sobre a Era Vargas e algumasdas conquistas dos trabalhadores;
Na etapa 4 decorreremos sobre a Ditadura militar e opressão sobre a sociedade não permitindo seus direitos de expressão.
Na etapa 5 vamos nos referir a característica da sociedade brasileira como “o homem cordial” e o que isso realmente significa;
Na etapa 6 observaremos a conquista da classe operaria chegando ao poder máximo do Estado esuas diferenças de discurso e prática;
Ao final faremos uma conclusão de como todos esses fatores juntos com suas contribuições cada uma com sua particularidade formaram a consciência e as atitudes hoje refletidas na sociedade brasileira.
Etapa n.° 1

Aula-tema: O período colonial: estrutura econômica política e social

No século XV os portugueses construíram enormes caravelas epartiram pelo Oceano Atlântico pela curiosidade em encontrar terras e povoados. Outro motivo que levou os portugueses à partirem pelo oceano à fora, foi a necessidade em encontrar benefícios materiais como o ouro e especiarias entre elas cravo, canela e pimenta que disfarçavam o mau gosto dos alimentos devido a falta de refrigeração adequada.
Ao chegarem em solo brasileiro os portuguesesse deparam com os índios, habitantes desta terra, que residiam em florestas de mata fechada nas proximidades de grandes rios e mares. Pessoas semi-nuas com o corpo pintado, fazendo uso de diversos acessórios pelo corpo e falando uma língua desconhecida.
O encontro entre estes dois povos despertou curiosidade de ambas as partes e na relação que se estabeleceu entre portugueses e índios osgrandes prejudicados foram os índios, pois estima-se que nesta época havia cerca de 6 milhões de índios, no qual grande parte destes foram catequizados a força, escravizados, expulsos de suas terras, contagiados por doenças trazidas pelas portugueses resultando em mortes, e vítimas de indiferenças as quais estiveram expostos. Estes foram os primeiros relatos de desigualdade no Brasil.
Comoo passar dos anos os portugueses temiam invasões estrangeiras no território brasileiro e por este motivo criaram a primeira forma de governo do Brasil Colônia, conhecida como Capitânias Hereditárias, ou seja, as terras brasileiras foram divididas em enormes faixas e doadas aos nobres de confianças do Rei (donatários), no qual estes tinham a funções de desenvolver o território que lhe foi doadoatravés da colonização, exploração de minerais, vegetação e também proteger estas terras de ataques indígenas que resistiam a ocupação de seu território.
Estas terras seriam passadas de pai para filho e embora o sistema de Capitanias Hereditárias tenha vigorado por pouco tempo, devido à distância de Portugal e aos constantes ataques indígenas, este sistema deixou marcas profundas no Brasilpelo fato de a divisão de terras ter ocorrido de maneira desigual resultando em uma desigualdade latifundiária, onde atualmente muitos não possuem terras, enquanto poucos possuem grandes propriedades rurais.
Com a conscientização dos portugueses em conceder um ganho econômico ao Brasil, a medida adotada foi o plantio da cana de açúcar resultando na produção do açúcar. A escolha desta...
tracking img