Formação do brasil contemporâneo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 25 (6243 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 18 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
117 RESENHA CAIO PRADO JUNIOR. “FORMAÇÃO DO BRASIL CONTEMPORÂNEO: Colônia”

Valéria Ferreira Santos de Almada Lima Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

DADOS BIOGRÁFICOS, FONTES DE INSPIRAÇÃO E CONTEXTO INTELECTUAL Caio da Silva Prado Junior nasceu em São Paulo, em 11 de fevereiro de 1907. Filho de família aristocrática, graduou-se em Direito pela Universidade de São Paulo em 1928, jádespontando como intelectual em 1933, com a publicação de “Evolução Política do Brasil”, o seu primeiro livro. Militante do Partido Comunista Brasileiro, Caio Prado Junior exerceu mandato eletivo e alguns cargos de direção partidária, tendo se caracterizado, nesse campo, assim como em todas as demais frentes em que atuou, pela coerência e independência de suas posições. Foram exatamente essesatributos que possibilitaram ao autor desenvolver uma penetrante e devastadora crítica às concepções teóricas dominante,s no âmbito de seu próprio partido e da esquerda brasileira em geral, bem como à prática política delas decorrentes. Tal crítica, embora perpasse toda a sua trajetória política e intelectual, culmina com a publicação de “A Revolução Brasileira”, em 1966, considerado seu livro o maiscontrovertido e de maior repercussão. Quanto às fontes teórico-metodológicas nas quais Caio Prado buscou inspiração, destaca-se Karl Marx, fundador do materialismo histórico, de quem incorporou, muito mais do que conceitos e esquemas interpretativos abstratos, o método de investigação, sendo a sua obra, por isso mesmo, considerada “um caso bem sucedido de nacionalização do marxismo”. (RICUPERO,2000) A postura não-dogmática que caracteriza o autor, distinguindo-o de seus contemporâneos marxistas do Brasil e da América Latina, lhe valeu o mérito de ser considerado o pioneiro na utilização do marxismo como ferramenta para a apreensão das especificidades da formação econômico-social brasileira. (COUTINHO, 2000, p. 223). Tal mérito é tanto maior, quando se observa o meio intelectual em quevivia Caio Prado Junior, nas décadas de 30 e 40: marcado pela ausência de um ambiente universitário consolidado e pelo relativo isolamento em que produziu as suas principais obras. Tratava-se, com efeito, de um ambiente

inteiramente diverso daquele em que atuaram, no final dos anos 50 e início dos 60, os chamados marxistas uspianos e teóricos da dependência, os quais, nutrindo-se de uma ricavida acadêmica, contaram com as condições mínimas necessárias para fundar, em torno de si, uma tradição marxista genuinamente brasileira. Além do referencial teórico marxista, o autor em análise utilizou fortemente os conhecimentos adquiridos no curso de Geografia e História da Faculdade de Filosofia da USP. Embora não concluído, esse curso lhe forneceu valiosos subsídios para o conhecimento maisprofundo da realidade brasileira, enriquecendo-o ainda com o recurso da observação direta, do qual lançou mão, nas freqüentes viagens realizadas pelo país. (LAPA, 2001, p. 260) O objeto central de preocupação de Caio Prado Junior era a formação da sociedade brasileira e, particularmente, os condicionantes do processo de transição entre a Colônia e a Nação. Instigava-o a percepção da necessidade deempreender uma O

118

Valéria Ferreira Santos de Almada Lima

[...] é a construção de uma complexa relação entre teoria e história. Assim, não há uma teoria que se aplique à história, nem o contrário, uma história que seja explicada pela teoria [...]. Distanciam-se assim, [os referidos autores] da tradição que ficou conhecida no Brasil como bacharelesca, que buscava enquadrar arealidade, a história, em préconceitos, em modelos abstratos, para fazer a crítica da história real. (OLIVEIRA, 2001, p. 318).

O contexto sócio-histórico em que se inspiravam os nossos intérpretes da geração de 30 era marcado pela crise da economia cafeeira e da República Velha, cujos desdobramentos foram o avanço da industrialização e a Revolução de 30. Em estreita consonância com esses processos de...
tracking img