Fontes do crescimento economico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1177 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
AS FONTES DO CRESCIMENTO ECONÔMICO
Tanto em Teoria do desenvolvimento econômico como em Capitalismo, socialismo e democracia apresentam o argumento de que a inovação e seus surtos no desenvolvimento econômico constituem realmente fenômenos econômicos importantes e que os economistas deveriam prestar atenção a esse fato.
A teorização convencional da época estivesse centrada no conceito deequilíbrio, muitas das análises menos formais dos economistas da mesma época reconheciam a existência das inovações.
Afirmar que a maneira como a teoria econômica formal estava se desenvolvendo no início do século tendia excluir o interesse pela renovação e pelo desenvolvimento econômico da corrente dominante.
Schumpeter está aqui, simultaneamente, criticando a tendência dos economistas da época (eaté doa atuais) de analisar os problemas econômicos em termos de equilíbrio estático, e tentando fazê-los focalizar a inovação, assim como a concorrência através da inovação.
Na teoria do desenvolvimento econômico sua orientação enfatizava o papel dos empresários e das novas empresas.
Em primeiro lugar, não é essencial para a questão – embora isso possa ocorrer – que novas combinações(inovações) sejam desenvolvidas pelas mesmas pessoas que controlam o processo produtivo ou comercial deslocado pelo novo. Antes pelo contrário, as novas combinações estão via de regra incorporadas, como se fosse, em novas firmas... (Schumpeter, 1961, p.66.)
O “empresário” não era visto por Schumpeter como alguém comprometido com a geração de inovações:
Não faz parte de suas funções “encontrar” ou “criar”novas possibilidades. Elas sempre estão presentes, abundantemente acumuladas por todo tipo de pessoas. Elas também são frequentemente conhecidas e discutidas por autores científicos ou literários. Em outros casos, não há nada a discutir sobre elas, porque elas são bastante óbvias. (Idem, p.88.)
Aparentemente, esta é a passagem situada na raiz do argumento – frequentemente levantado – de queSchumpeter considerava a invenção e a inovação atos muito diferentes.
O argumento de Schumpeter veio a ser interpretado por economistas não apenas como uma declaração de que as grandes empresas com laboratórios afiliados tinham se tornado a principal fonte da inovação técnica em meados do séculos XX.
Ele alertou contra o uso de indicadores como as taxas de concentração de quatro firmas para avaliar aforça da concorrência numa área, e ressaltou ao mesmo tempo quão inseguras eram as bases de firmas que, pelas estatísticas estáticas, pareciam detentoras de um grande poder de mercado.
A “hipótese schumpeteriana” é, sem dúvida, o argumento específico sobre a inovação.
Seu Business Cycles gira em torno do fato de que os padrões da atividade econômica refletem a interação de vários tipos demovimentos cíclicos, cada um associado a diferentes tipos de forças econômicas.
Boa parte das pesquisas subsequentes estimuladas pelo Business Cycles tem se preocupado com dois assuntos. Um é dos ciclos longos, com uma duração média de cinquenta anos, pode explicar o rápido crescimento de muitos países durante o quarto de século após a Segunda Guerra Mundial, assim como a recessão que ocorreu nos anos1970, e se o mesmo esquema sugere a ocorrência de um renovado crescimento acelerado a partir dos anos 1990. Já outro consiste numa avaliação mais geral do argumento de que os ciclos longos são “regulares”. Muitos economistas renomados têm adotado a posição de que, certamente existam épocas de rápido crescimento seguidas por períodos de crescimento mais lento, o padrão das alternâncias tem sidotão irregular que o próprio termo “ciclo” parece inapropriado.
Uma longa “expansão” é estimulada toda vez que um novo conjunto de tecnologias e ramos passa a existir, ativando os investimentos e uma ampliação das atividades econômicas.
Para Schumpeter, formulado tanto na sua Teoria do desenvolvimento econômico como em Capitalismo, socialismo e democracia ,de que não pode compreender ou...
tracking img