Fmi em portugal e na europa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2876 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FMI


ÍNDICE

Página 3 – Introdução
Página 4,5,6,7,8,9,10,11,12 – Desenvolvimento
Página 13 – Conclusão
Página 14 –Bibliografia

INTRODUÇÃO

Este trabalho é realizado no âmbito da disciplina de Economia C, servindo como teste desta mesma.
Foi-me atribuído o trabalho do FMI ao qual eu fiquei inteiramente agradado porque era uma temática actual do qual eu podia retirar ilações para perceber melhor o sistema do FMI e a interação desse sistema com os variados países.
Nos últimos tempos, FMI tem sido uma dassiglas mais presentes nos discursos dos responsáveis políticos e nas notícias que vêm a público através dos meios de comunicação social.
Com a falência do banco Lehman Brothers em 2008, que precipitou a actual crise financeira internacional que ainda nos atinge, várias economias principalmente as da periferia europeia sofreram danos graves entrando em declínio acentuado ou até mesmo em situações defalência técnica em alguns casos.
Nesse contexto, vários países com economias frágeis e contas públicas desequilibradas, foram obrigadas a recorrer ao Fundo Monetário Internacional(FMI), no sentido de ultrapassar as dificuldades a que se viam obrigadas a fazer face. São exemplos recentes, os casos da Grécia, da Irlanda e Portugal, países periféricos da Zona Euro.
Actualmente, O FMI encontra-seno nosso país o que nos leva a sentir na pele a crise europeia e a irresponsabilidade dos nossos políticos que ao longo de anos e anos não deram a atenção a público extremamente qualificado como o caso do professor Medina Carreira que sempre nos traçou infelizmente este caminho.
Ao longo deste trabalho iremos procurar explicar melhor como surgiu o Fundo Monetário Internacional(FMI), qual a suafunção e objectivos, bem como abordar a sua actuação nos últimos tempos em alguns países, nomeadamente a Grécia, a Irlanda e Portugal.

1. FMI
Actualmente todos nós temos sido bombardeados com notícias sobre o FMI. Embora algumas pessoas saibam como esta organização funciona, este trabalho vai ser extremamente útil numa compreensão para aqueles que ainda não entenderam muito bem comorealmente trabalha a organização Fundo Monetário Internacional.

2.1 INTRODUÇÃO E VISÃO GLOBAL DO FMI
O FMI trabalha para o crescimento global e estabilidade económica. Fornece-nos consultoria política e de financiamento para os membros em dificuldades económicas e também trabalha com as nações em desenvolvimento para ajudá-los a alcançar a estabilidade macroeconómica e redução de pobreza.2.2 Directoria Geral, Directora Geral, Países Membros e Cota dos Países Membros
A autoridade máxima do FMI é a Assembleia de Governadores do Fundo Monetário Internacional(FMI), formada por um representante titular de cada país membro, geralmente ministros da economia ou presidentes dos bancos centrais.
A diretoria executiva, composta por 24 membros eleitos ou indicados pelos países ou gruposde países membros, é responsável pelas atividades operacionais do Fundo e deve reportar-se anualmente à Assembleia de Governadores. A diretoria executiva concentra suas atividades na análise da situação específica de países, nos mercados internacionais e nas questões monetárias.
A Directoria Executiva é formada por países permanentes e por outros bienalmente eleitos para esses cargos entre gruposde países.
Permanentes: Estados Unidos (único acionista com poder de veto), Japão, Alemanha, França, Reino Unido, China, Rússia e Arábia Saudita.
Grupos de países eleitos:
Membro eleito – Bélgica
Outros membros: Áustria, Bielorrússia, Bélgica, Hungria, Cazaquistão, Luxemburgo, República Checa, Eslovénia, Turquia, Arménia, Eslováquia
Membro eleito- Países Baixos
Outros membros: Bósnia e...
tracking img