Fluidos de corte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1663 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP (FLAMBOYANT)
INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA – ICET
CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA

COMPLEMENTOS DE CONFORMAÇÃO E USINAGEM

Daniel Amâncio Cavalcanti

GOIÂNIA, GO
2012
Daniel Amâncio Cavalcanti – RA: A41FCG-0

TRABALHO SOBRE COMPLEMENTOS DE CONFORMAÇÃO E USINAGEM – BREVE PESQUISA SOBRE PROCESSOS DE USINAGEM, MATERIAIS E FLUIDOS DE CORTETrabalho de Complementos de Conformação e Usinagem – Atividade apresentada como exigência para avaliação complementar do primeiro bimestre, nota NP1, na disciplina CCU do 7/8° Períodos, do curso de Engenharia Mecânica da Universidade Paulista, sob orientação da Professora Michele Antônia Santos.

GOIÂNIA, GO
2012
SUMÁRIO
1 – INTRODUÇÃO 04
2 – FLUIDOS DE CORTE 04
2.1 – Finalidades04
2.2 – Funções 04
2.3 – Classificação e Características 05
2.4 – Seleção dos Meios Lub-Refrigerantes para usinagem 05
2.4.1 – Tabelas de Seleção de Fluidos de Corte 06
2.5 – Exemplos de Seleção de Fluidos de Corte 08
3 – CONCLUSÃO 09
4 - REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 10

RESUMO
Em virtude do alto índice de desgaste da ferramenta nosprocessos de usinagem, esse trabalho tem por objetivo apresentar três processos de usinagem, citando a aplicação de pelo menos três fluidos de corte em cada caso e motivo de sua utilização.

1 – INTRODUÇÃO
O termo usinagem (Português do Brasil) ou maquinagem (Português de Portugal) compreende todo processo mecânico onde a peça é a matéria prima de um processo de remoção de material. Segundo aDIN 8580, o termo USINAGEM, aplica-se a todos os processos de fabricação onde ocorre a remoção de material sob a forma de cavaco, daí as definições dos termos:
Usinagem – Operação pela qual é conferida a peça particularidades como: forma, dimensões, acabamento ou a combinação das três através da remoção de material (cavaco).
Cavaco – partícula de material da peça extraída através da ação daferramenta, sendo de forma irregular (não definida).
Existem vários processos de usinagem, entre eles serramento, aplainamento, torneamento, fresamento (ou fresagem), furação, brochamento, eletroerosão, entre outros. Onde em cada um destes processos a interferência entre ferramenta e peça gera aporte considerável de temperatura devido à interferência de contato (atrito), sendo em alguns casosnecessária a utilização de algum tipo de fluido de refrigeração para dissipação do calor, quando utilizadas altas velocidades de usinagem, e/ou de lubrificação a fim de criar uma película entre ferramenta e peça minimizando o contato (fluidos de corte).

2 – FLUIDOS DE CORTE
2.1 – FINALIDADES
Também conhecidos como meios lubri-refrigerantes, os Fluidos de Corte tem como principais finalidadesaumentar a vida útil da ferramenta, aumentar a eficiência de remoção de material, melhorar o acabamento superficial e reduzir a força e potência de corte.
2.2 – FUNÇÕES
Para total cumprimento das finalidades citadas, as funções que os fluidos de corte devem desempenhar referem-se à: refrigeração e lubrificação, donde advém o sinônimo meios lubri-refrigerantes, à proteção contra a corrosão, aoarrastamento dos cavacos e à eliminação do gume postiço e qualidades acessórias (resistência à infectação por bactérias e fungos; não ter tendência ao envelhecimento; não afetar a saúde; facilidade de preparação/manuseio; não atacar o material da peça; boa transparência; baixa inflamabilidade; não ser poluente no manuseio/descarte; não ter cheiro incomodativo; poder remover impurezas; boa molhabilidade eresistência a altas pressões; boa filtrabilidade e não formar espuma).

2.3 - CLASSIFICAÇÃO E CARACTERÍSTICAS
Diversos autores consideram suas próprias teorias ou idéias para a classificação dos fluidos de corte. Para fins acadêmicos, os inúmeros tipos de meio lubri-refrigerantes hojee mpregados podem ser classificados em (STEMMER, 1995):
A) Meios lubri-refrigerantes miscíveis com a água:...
tracking img