Florence

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2268 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A DIFUSÁO DO MODELO DE ENSINO DE FLORENCE NIGHTINGALE

Florence Nightingale (1820-1910) é comumente considerada como "the founder of modern nursing" (Seymer, 1989). Em contrapartida, outros contributos pioneiros para o desenvolvimento e a profissionalização da enfermagem tendem a ser ignorados ou escamoteados pela história oficial. É o caso, por exemplo, de Ethel Bedford Fenwick (1857-1947),um nome que não consta sequer da maior parte das modernas enciclopédias (v.g, Enciclopédia Britânica) e é em grande parte desconhecido da maior parte dos enfermeiros (incluindo os portugueses).

O mito da enfermeira como anjo da guarda à cabeceira do doente, protagonizada por Florence , será tipicamente uma construção social do romantismo inglês, em plena época vitoriana. Esta inglesa da upperclass (classe alta) ficará conhecida então como "The Lady with the Lamp" e "The Angel of the Crimea" (Woodham-Smith, 1951).


2. "The Lady with the Lamp"
Recordemos, entretanto, alguns dos problemas que então se punham à enfermagem hospitalar na Grã-Bretanha até meados do Século XIX, dominada pelas matrons e pelas nurses, as irmãs de caridade (Bingham, 1979; Graça, 1996):

• Trabalhoesporádico, desqualificado, socialmente desvalorizado e mal remunerado;
• Grosseira aplicação dos cuidados médicos;
• Ausência de especificidade de funções e de autonomia técnica;
• Condições de trabalho altamente penosas nos hospitais e nas worhouses;
• Conduta pessoal reprovável (alcoolismo, roubo, desleixo, promiscuidade, etc.), tipificado na célebre personagem de CharlesDickens (1812-1870), Mrs. Sairey Gamp, no seu romance Martin Chuzzlewit, 1844);
• Dificuldades de recrutamento de pessoal;
• Ausência de estruturas de formação, etc.

Na realidade, quem prestava os cuidados técnicos de enfermagem (como diríamos hoje) não eram as nurses, mas os estudantes de medicina. Embora já fosse exigido às candidatas a nurses, como requisito mínimo, o saber ler eescrever (!), as administrações hospitalares da época tinham que se contentar com mulheres analfabetas, de baixo estrato social, por manifesta dificuldade de recrutamento de pessoal feminino. Em suma, tratava-se de uma ocupação indigna de uma respectable woman, à luz dos preceitos do puritanismo vitoriano.

Além de tecnicamente desqualificadas, as matrons e as nurses tinham muitas vezes umcomportamento moralmente reprovável. Os livros de registo da maior parte dos hospitais ingleses da época dão-nos conta da impressionante frequência de casos de enfermeiras que eram admoestadas ou demitidas por alcoolismo, insolência, falta de disciplina, absentismo, roubo ou extorsão praticada na pessoa dos doentes.

Nightingale atacou estes problemas criando um sistema baseado na formação, no treino,na dedicação, na disciplina de ferro e na forte estratificação hierárquica, segundo um modelo misto, conventual e militar (Glaser, 1966, cit. por Graça, 1996):

Por um lado, ela vai secularizar ou laicizar definitivamente a enfermagem, que já não é mais uma vocação religiosa (mas também não será ainda uma profissão, no sentido sociológico do termo);

Mas, por outro, ela inspira-se emexemplos pioneiros de reformadores religiosos como o pastor alemão Theodor Fliedner (1800-1864), da Igreja Reformada Luterana, que havia fundado a ordem das Diaconisas em 1836, juntamente com a sua esposa.

Sabe-se quanto foi determinante na vida de Florence Nightingale a visita que fez, em 1850, à instituição criada por Fliedner e sedeada em Kaiserswerth, na Alemanha, depois de um longo périplocultural pelo Egipto, Grécia e Roma, iniciado no Outono de 1849 (e, de resto, muito ao gosto romântico das elites cultas de então, em particular na Inglaterra).

Embora tenha descoberta a sua vocação (ou sentido o chamamento de Deus para a missão) aos 17 anos, é depois da curta visita de duas semanas à obra do pastor Fliedner que Florence decide, aos 30 anos de idade, dedicar o resto da sua vida à...
tracking img