Flexibilidade na arquitetura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2032 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ARQUITETURA FLEXÍVEL: Soluções de projeto para flexibilizar espaços

Autor:CÍRICO, Luiz Alberto1 Co-autor: FEIBER, Fúlvio 2 Co-autora: PLATCHEK, Scheyla Fernandes Nunes3 Faculdade Assis Gurgacz, Cascavel – PR.

RESUMO Este estudo trata sobre a flexibilidade de espaços arquitetônicos e foca os espaços ofertados ao usuário de espaços comerciais, com suas necessidades associadas ao tempo e atecnologia da construção, mais as interferências geradas pela sociedade, que geram novas necessidades, voltadas para o espaço produzido pelo e para o homem. Já que a tecnologia permite, por um lado, construir espaços despojados de elementos estruturais, e por outro lado, transforma as necessidades de utilização dos espaços com uma velocidade cada vez mais crescente, o estudo busca pela compreensão desoluções arquitetônicas mais compatíveis, notadamente aquelas que permitem uma maior flexibilização de espaços, nas torres de edifícios comerciais.
Palavras chaves: : Espaço. Flexibilidade. Tecnologia.

1.

INTRODUÇÃO Este trabalho pretende demonstrar que soluções de projeto de arquitetura, aliadas as novas

tecnologias e materiais de construção, podem permitir uma maior flexibilidade paraos espaços ofertados na área comercial, notadamente em torres de edifícios comerciais. Com o objetivo de auxiliar no trabalho do arquiteto e urbanista, no seu processo de produção de espaço arquitetônico, promovendo facilidades de adaptação dos usuários nestes espaços que futuramente poderão abrigar novas funções, o presente artigo pretende instigar o pensamento a respeito dos espaços projetadospara áreas de uso comerciais. Consideram-se também, alterações destes espaços em função das novas necessidades geradas pela competição

1

Arquiteto-urbanista, mestre em Engenharia de Produção, professor do Curso de Arquitetura e Urbanismo da FAG. 2 Arquiteto-urbanista, mestre em Gestão Urbana, professor do Curso de Arquitetura e Urbanismo da FAG. 3 Discente do Curso de Arquitetura e Urbanismoda FAG.

das empresas, sua capacidade para adaptarem-se as novas demandas de comércio e geração de riquezas. Estes questionamentos são direcionados aos espaços comerciais projetados das torres de edifício, de vários pavimentos, cujos espaços das áreas privativas constantemente não ofertam a possibilidade de acréscimo, onde para aumentar um determinado espaço, necessariamente devese suprimir oudiminuir outro. Segundo Rosso (1980): a flexibilidade do espaço torna-se mais difícil de ser obtida a medida que for menor sua área útil. A evolução nas técnicas de construção, principalmente aquelas que tratam da estrutura e das vedações, que permitem montagem e desmontagem, somadas ao concreto de alto desempenho, os novos materiais utilizados nas instalações hidráulicas, mais flexíveis, e aindaas novas descobertas do cálculo estrutural, que permitem maiores vãos e estruturas mais leves. Os custos dos imóveis, a grande demanda urbana, enfim um sem número de novos paradigmas que instigam a pensar uma maneira diferente e original de se propor espaços comerciais, onde custo e benefício, tecnologia e criatividade e novos conceitos fazem do convívio um desafio diário quando se trata deflexibilizar espaços. 2. MÉTODO Este ensaio busca subsídios nos trabalhos desenvolvidos para tese de doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina, do professor Luiz Alberto Círico, somado às pesquisas aplicadas ao Trabalho de Conclusão de Curso da acadêmica Scheyla Fernandes Nunes Platchek do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Assis Gurgacz, propondo oestudo de novas teorias e materiais que possam permitir maior flexibilidade espacial. Parte-se da revisão bibliográfica para a verificação da real necessidade de flexibilização dos espaços. Análise das técnicas construtivas empregadas, dimensionamento dos diversos espaços e solução arquitetônica, tanto como aplicação de planta como de proposta de lajes de sustentação, de piso e de forro, onde possam...
tracking img