Fissura labiopalatinas associada a fatores ambientais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2417 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Fissura Labiopalatinas Associada a Fatores Ambientais

INTRODUÇÃO
A fissura labiopalatina é uma das anomalias congênitas mais comum , segundo Peterson-Falzone, Hardin-Jones e Karnel¹, ocorre numa freqüência entre 1:500 e 1:700 nascimentos.
O atendimento a esse tipo de paciente deve ser interdisciplinar, segundo Nackashi, Dedlow e Dixon-Wood², é mais eficaz quando o paciente é atendido por umaequipe craniofacial interdisciplinar, ou até mesmo transdisciplinar. Nessa equipe, a intervenção fonoaudiológica tem papel essencial, tanto no aspecto alimentar quanto no comunicativo.
Nos casos de fissura que acometem somente o lábio e a pré-maxila, geralmente não se observam graves comprometimentos na comunicação oral. O mais comum nos casos de fissuras do lábio é encontrar distorções defonemas decorrentes de alterações dento-oclusais ou, ainda, distorções decorrentes de retração labial importante. Por outro lado quando a fissura acomete o lábio e o palato, ou somente o palato, podem ser vários os comprometimentos na comunicação oral, além de atingir outras áreas também, como o psicossocial, educacional, odontológica e estética.
Considerando os aspectos mencionados, a qualidade doatendimento de saúde pode ser incrementada com o conhecimento das peculiaridades da saúde bucal dos indivíduos com fenda labiopalatina. Embora existam cuidados especiais, o atendimento odontológico básico para o portador de fenda labiopalatina não difere, em sua essência, daquele prestado aos demais indivíduos. Com base no desenvolvimento oral, este deve envolver aspectos preventivos e curativoscomo parte integrante do processo de reabilitação. Independentemente da extensão ou característica estrutural da fenda, o acompanhamento odontológico específico deve ser contínuo, desde o nascimento até a maturidade do indivíduo afetado, finalizando com a normalização da oclusão dentária.

A ocorrência das fendas é atribuída aos fatores genéticos e ambientais, os quais podem atuar isolados ou emassociação. Mais da metade dos indivíduos fissurados apresenta familiares portadores da síndrome. Os fatores ambientais mais freqüentemente associados são os nutricionais, tóxicos, estresse materno, uso de medicamentos, radiações ionizantes, infecciosos e o tabagismo durante o período de formação do bebê.

Embriologia
As fissuras de lábio e palato são malformações congênitas que se fundamenta naembriogênese da face. Ocorre entre a 4ª a 9ª semana do período embrionário devido à falta de fusão dos processos maxilar e médio-nasal.
Após a fecundação, inicia-se o período denominado zigoto, no qual ocorre intensa proliferação celular e formação do disco embrionário, culminando com a implantação. Nessa fase o ser em questão é auto-suficiente sendo pouco susceptível a agentes teratogênicos.
Apartir da terceira semana de vida intra-uterina inicia-se o período embrionário, onde o disco embrionário evolui de didérmico pra tridérmico. Esse período é caracterizado pela morfogênese e organogênese, de tal forma que ao final do período embrionário que se estende até a oitava semana, já estão estabelecidos os primórdios de todos os principais sistemas orgânicos.
Com quatro semanas o embriãoapresenta o estomodeu, limitado ao fundo pela membrana bucofaríngea se desfazendo, acima pela proeminência frontal e abaixo pela proeminência cardíaca. As células da crista neural migram através do mesoderma e na quinta semana o embrião apresenta lateralmente seis pares de arco brânquias e uma serie de tumefações mesodérmicas.
O processo frontal evolui dando origem ao processo frontonasal, ondelateralmente definem-se os placódios nasais. As depressões ladeadas por espessamentos constituem os processos nasais medianos e laterais.
Os processos nasais medianos evoluem e fundem-se entre si, constituindo a região mediana ou palato primário, que consiste no pro- lábio e pré- maxila. Originários do primeiro arco branquial e lateralmente situado em relação ao estomodeu desenvolvem- se...
tracking img